Com apoio da Secretaria de Educação Cultura e Esporte, a UFRRJ, Governo do Estado do Rio de Janeiro, a população de Seropédica vivenciou um dos maiores espetáculos musical de sua história.

A Secretária de Educação Lucia Baroni Martinazzo trouxe este espetáculo para Seropédica no intuito de promover a inclusão social através da música, despertando o gosto pela música instrumental Brasileira entre os jovens e crianças, e agradeceu o apoio de todas as instituições envolvidas neste projeto, especialmente a LIGHT. “Este é um espetáculo feito especialmente para quem aprecia ritmos e gêneros musicais que expressam toda nossa brasilidade e para nossos Jovens” concluiu.

A Subsecretaria de Cultura Nádia Alvarez falou que está resgatando a Cultura Brasileira e que em breve estará trazendo de volta este show para o município.

O início do espetáculo teve a apresentação do Freedom Group Dance com a coreografia “Um Choro de Alegria” do coreografo Carlos Kelmer, onde incorpora o estilo musical do Chorinho.
O Show Itinerante “Choro Aperitivo” levou para o público de Seropédica um grande show de música instrumental com o solista e showman Ronaldinho do Cavaquinho e seu conjunto. O repertório do virtuoso cavaquinista passa por grandes mestres do choro e também por outros gêneros musicais como samba, bossa nova, valsa, forró, entre outros.

EDIÇÕES ANTERIORES DO SHOW ITINERANTE

As quatro primeiras edições do projeto Show Itinerante, que começou em 2008, em suas diferentes temáticas: Energia Instrumental (homenagem ao Choro); Waldir Azevedo por Ronaldinho do Cavaquinho (60 anos de Brasileirinho); Choro Aperitivo (homenagem aos grandes mestres do Choro nascidos no Rio, onde o Choro nasceu); e, no ano passado, Show Itinerante Movimentos e Ritmos (com dois shows por cidade, voltado um para crianças e jovens e o outro um talk show motivacional para a 3ª idade). No entanto, em todas as edições o Show Itinerante promoveu encontros musicais para crianças e jovens de projetos sociais de música e estudantes da rede escolar.

SHOWMAN E VIRTUOSO, RONALDINHO DO CAVAQUINHO

Cavaquinista, compositor, autodidata e showman, Ronaldinho do Cavaquinho, é apontado por alguns críticos como o herdeiro musical do mestre do cavaquinho, Waldir Azevedo. Em Conservatória anualmente comanda As Noites de Choro para mais de três mil turistas de todo o Brasil, em dois sábados de setembro.

“Considero que Ronaldinho, como músico, tenha tudo para alcançar o sucesso. Particularmente, para mim, uma viva presença de Waldir!”

A declaração é de Olinda Azevedo, viúva de Waldir Azevedo. A comparação com um mestre do choro é inevitável e enobrece Ronaldinho do Cavaquinho. O autor de Brasileirinho – música que é considerada a alma do chorinho – tirou o cavaquinho do anonimato e se tornou um dos músicos mais ouvidos e respeitados da história da música brasileira.

Vivendo exclusivamente de música nos últimos quatro anos, Ronaldinho já realizou mais de cinco projetos culturais de música com o patrocínio da LIGHT e do Governo do Estado através da Lei de ICMS. Com sua facilidade de interação com a platéia, Ronaldinho realiza shows em empresas, corporações e associações entre Rio, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. As palestras são educativas entremeadas com música em projetos sociais.

O seu talento, sua história e seus shows com caráter de formação de platéia e informação cultural, são atrativos que despertam o interesse do público.

CONJUNTO DO RONALDINHO DO CAVAQUINHO

Álvaro Barcelos – Percussionista. Integrou a Cia. Folclórica do Rio e há dez anos integra a banda da cantora de Dona Ivone Lara. Participou dos festivais de Montreux (Suíça), Latino-Americano (Itália) e de Música da Martinica. Tocou no show da entrega do Prêmio Shell, no Canecão, RJ. Professor da escola de música de cegos, toca no Conjunto do Ronaldinho do Cavaquinho desde 2008 e participa nos shows dos projetos culturais e eventos corporativos com o solista.

Gabriel Oliveira – Violonista 7 cordas. Tocou com o grupo Novo Rio (pagode), formou o grupo de choro “Os Cinco Companheiros” e acompanhou Gilberto Alves, Nelson Gonçalves e violonista de Claudionor Cruz. Desde 2008 é o violonista 7 cordas do Conjunto do Ronaldinho do Cavaquinho e participou em todos os shows dos projetos culturais e eventos corporativos com o solista.

João Rafael – Pandeirista. Tocou com Ataulfo Alves Jr, Orquestra Tabajara, de Severino Araújo, Moacyr Luz, Neguinho da Beija-Flor, Monarco, Nelson Sargento, Ademilde Fonseca, entre outros. É componente do Conjunto do Ronaldinho do Cavaquinho desde 2008 e participou em todos os shows dos projetos culturais e eventos corporativos com o solista.

Wellington Monteiro – Cavaquinista, compositor e professor. Professor de música em projetos sociais. No Conjunto do Ronaldinho está desde 2008, mas toca também com grandes nomes da música brasileira, entre eles Zé da Velha, Silvério Pontes, Carlos Malta, Monarco, Quarteto em Cy.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faça o seu comentário