A Equipe da SAMU de Seropédica é formada por dezesseis funcionários que fazem o atendimento à população 24hrs por dia. Os Coordenadores são: o Médico Cesar Mateus Cilento Guimarães, Wattyla Felipeck (Cebolinha), e Gilvan Telles.

Quando o telefone toca na central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência SAMU 192 ou pelo telefone 2682-3287 um atendente responde ao chamado, e imediatamente os plantonistas saem para fazer o atendimento de Urgência, o dia a dia frenético dos profissionais de saúde que estão na linha de frente deste serviço salvam muitas vidas.

A principal filosofia do SAMU de Seropédica é atender ao paciente onde quer que ele esteja, em casa, na rua, ou no trabalho, sempre procurando amenizar a superlotação das emergências nos hospitais.

TROTES E CHAMADAS SEM NECESSIDADE   

Segundo o Coordenador de Ambulâncias Wattyla Felypeck: “O que acontece, às vezes, é que somos ‘enganados. A pessoa liga dizendo que seu caso é algo muito grave, mas quando nossa equipe chega no local vê que é apenas uma bebedeira ou uma unha encravada, uma coisa banal. Ou então ligam para o nosso telefone e corremos para fazer o atendimento de emergência, saímos para atender essas pessoas que precisam de atendimento médico imediato porque estão passando mal ou por que sofreram um acidente, quando chegamos ao local descobrimos que foi trote, quando o serviço recebe um trote, várias pessoas deixam de ser atendidas e podem até morrer por falta de socorro” finaliza.

Inspirado em um sistema francês, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU, começou a funcionar no Brasil em 2003 graças a parcerias do ministério da Saúde com prefeituras e governos dos estados.

Nesses dois anos, o SAMU já foi implantado em 330 municípios brasileiros. No mês de julho último, data do levantamento mais recente, fez cerca de 210 mil atendimentos.

 

 

Faça o seu comentário