O Seropédica Online semanalmente estará contando histórias misteriosas que aconteceram pelo mundo, acredite se quiser.

 

Cidades fechadas podem parecer um termo que remete às cidades que foram abandonadas por algum motivo, ou cidades-fantasma, onde só se encontram resquícios de que um dia alguém as habitou.

cidades fechadas rússia

No entanto, não é esse o significado. As cidades fechadas são locais que continuam sendo habitados, mas que têm acesso restrito às pessoas de fora. São locais isolados fisicamente por muros e arames farpados, com segurança em terra e ar.

Quem está dentro, permanece até a morte. Em muitos casos, foram isoladas por motivos militares, abrigando centros de pesquisa, arsenais e instalações nucleares, todos secretos. Mas o sigilo é tão grande, que faz parecer ter algo além disso.

Cidades fechadas russas

cidades fechadas principal

Estima-se que, na Rússia, existam 15 cidades consideradas fechadas, número que era maior antes da década de 90, e que foram fechadas na época da União Soviética. Ao todo, mais de um milhão de pessoas vive nesses lugares e não mantêm contato algum com o exterior, nem saindo da cidade e nem acessando àinternet.

Quem é de fora até pode tentar visitar essas cidades, mas terá de conseguir um documento com uma boa justificativa para entrar, esperar que ele seja aprovado pelo governo e, quando for, será escoltado pelos militares até onde quiser ir.

Porém é muito pouco provável que qualquer pessoa consiga entrar. Geralmente quem entra são pesquisadores e pessoas que já trabalham nos projetos daquelas cidades.

É possível mandar correspondências aos moradores de lá, mas estas devem ser mandadas a um destinatário em outra cidade, onde há um centro especial que se encarrega de analisar e enviar a carta ao destino real.

Seus habitantes, apesar de isolados, têm uma vida com muitos benefícios e são bem remunerados. Os pesquisadores também recebem salários diferenciados, até porque muitos não aceitam entrar nessas cidades inicialmente, por medo ou receio do que pode haver lá dentro. Dizem que alguns deles, que conseguiram a permissão para entrar, nunca mais quiseram voltar.

Mas por que tanto mistério quanto a essas cidades? O que há dentro delas?

Radiação Rússia

Há muitas especulações sobre o que pode haver nesses locais. Afinal, é difícil imaginar que exista mais de um milhão de pessoas isoladas dessa forma. Quando se pergunta ao governo russo os motivos para isso, é dito “Eles não são prisioneiros, porém não podem sair da cidade por uma questão de segurança nacional”.

O que querem dizer com isso? Talvez possamos tentar entender através de depoimentos de quem já trabalhou lá dentro. Embora essas pessoas, fora das cidades hoje, tenham sido influenciadas a manter total sigilo, um cientista, apelidado Sasha (cujo nome verdadeiro não pode ser revelado) disse algumas palavras que intrigaram o mundo. Hoje ele vive sob o programa de proteção às testemunhas da Alemanha e também é protegido pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Segundo ele, quando adentrou o local, teve de fingir que tudo era normal. Mas, na verdade, havia coisas muito estranhas. Nessa cidade havia um nível altíssimo de radiação, que não poderia ser suportado por um ser humano.

Para o cientista, essas pessoas já deveriam estar mortas com toda aquela taxa de radiação, mas elas continuavam trabalhando, aparentemente com uma saúde invejável. Ele conta que havia homens muito fortes, capazes de suportar coisas que um humano normal não suportaria, como ser atingido por vários tiros.

Sasha não tinha provas do que viu, mas quando saiu do local, sua roupa continha o equivalente a 600 vezes mais radiação do que ele suportaria. E ele permaneceu lá durante 11 horas. Ele diz que tudo era muito confidencial e estranho. Como temeu por sua vida, tratou de fingir e esquecer muito do que presenciou naquele dia.

Um mistério sem fim

usinas nucleares

Há relatos de moradores de cidades que hoje não são mais fechadas. Alguns dizem que era uma boa vida e que o governo conseguia manter a “ordem” nesses espaços tão controlados. Mas como saber se eles não haviam sido pagos para dizer isso? Será que essas cidades não continham níveis tão altos de radiação e puderam ser abertas? Mas e as que continuam fechadas? Quais as consequências para seus moradores? Sasha revelou a verdade?

São dúvidas que permanecem. E se dependermos do governo russo para descobrir, o que está dentro das cidades fechadas jamais será revelado.