Nota da UFRRJ sobre a reclamação de Alunos sobre comida estragada no Campus de Seropédica

0
243

UFRRJ: Nota de solidariedade aos alunos que utilizam o RU

A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) inaugurou o seu Restaurante Universitário (RU) em 1973. Desde então, o Bandejão nunca passou por uma reforma. Em 2017, foi tomada a decisão de fazer uma ampliação do espaço, para aumentar a oferta de 5 mil refeições por dia para 7 mil.

Lamentavelmente, duas empresas que venceram licitações para realização das obras não cumpriram suas obrigações e tiveram seus contratos rescindidos pela UFRRJ. É possível rever um histórico das obras no link https://portal.ufrrj.br/obras-no-bandejao-o-ru-fica-pronto-para-a-retomada-das-aulas-presenciais/. Diante deste quadro, foi necessário fazer nova licitação e a obra foi retomada em 14/12/2021, com a empresa Studio G Construtora Ltda e a previsão para o término total da segunda fase é agosto de 2022.

Com a impossibilidade de preparar as refeições no próprio RU, a Rural realizou licitação para o fornecimento das refeições (processo nº 23083.024768/2021-34) para a contratação de empresa para entrega de refeição transportada. O valor da refeição licitada é de R$14,62. A UFRRJ subsidia 90% deste custo para os estudantes. E, desde 7 de março de 2022, quando as aulas presenciais foram reiniciadas na UFRRJ, o alimento não era entregue em marmitas, mas transportado até o RU em caixas térmicas e servido em bandejas de inox a cada estudante. No entanto, como havia limitação de espaço no refeitório do RU em função das obras, só foi possível fornecer comida a duas categorias de estudantes: alojados e bolsistas. Porém, como havia a necessidade de atender a todos os alunos, em 26 de abril, foi feita uma consulta pública aos estudantes a respeito da maneira de entregar as refeições. Este fato pode ser consultado no link https://portal.ufrrj.br/consulta-publica-proaes-ufrrj-alteracao-do-fornecimento-de-alimentacao-do-ru-de-seropedica/

Cerca de 75% dos estudantes votaram na opção de que as refeições fossem oferecidas a todos os alunos, mesmo com a condição de que em vez de serem servidas em pratos e bandejas, fossem entregues em marmitas (assim, cada aluno poderia levar sua refeição para qualquer lugar, já que o RU em obras não comportaria todos). Desta forma, desde 31 de maio, as refeições têm sido entregues em marmitas. Confira o resultado da pesquisa https://portal.ufrrj.br/estudantes-decidem-refeicoes-no-ru-passarao-a-ser-oferecidas-em-marmitas/.

Ao longo desta semana, a qualidade das marmitas / quentinhas tem sido precária e, algumas vezes, estavam com aspecto e cheiro supostamente inadequados para o consumo.

Insatisfeito com a qualidade das marmitas / quentinhas, um grupo de estudantes foi recebido pelo reitor da UFRRJ, professor Roberto Rodrigues, pela pró-reitora de Assuntos Estudantis, professora Juliana Arruda, e por um grupo de membros da Administração Central. Houve um acordo de que a empresa Guelli Comércio e Indústria de Alimentação Ltda. seria informada e, de fato, ela comprometeu-se a melhorar a qualidade dos alimentos servidos nas marmitas.

No entanto, hoje, dia 3 de junho, no momento do almoço, equipe técnica do RU decidiu paralisar a entrega das marmitas diante da constatação de que, mais uma vez, os alimentos estavam supostamente inadequados. Desta forma, foi pedida ajuda ao curso de Engenharia de Alimentos que, prontamente, pegou uma marmita de cada lote para fazer análise em seu laboratório.

A UFRRJ vai notificar a empresa responsável pelas refeições e estuda medidas legais de repreensão da mesma.

A Rural entende que a liberdade de expressão é um direito de todos e que o diálogo é importante característica de uma instituição pública de educação. A UFRRJ se solidariza com os estudantes e entende que a luta estudantil é legítima e importante na constituição e organização da Universidade.

Fonte: UFRRJ

 

 

 
Postado em 03/06/2022 – 17:11 – Atualizado em 06/06/2022 – 11:27