Colisão entre bitrem, ônibus do Rota Transportes e uma van resultou na morte de 12 pessoas, sendo uma criança e uma bebê, além de 22 feridos, seis em estado grave

As 12 vítimas fatais do grave acidente (sinistro) no km 703 da BR-101, no distrito de Mundo Novo, em Eunápolis, sul da Bahia, foram identificadas pela Polícia Civil.

Conforme declarações do delegado que conduz a investigação, dos 12 mortos, 11 estavam no ônibus, entre eles uma bebÊ, de 1 ano, e uma criança, de 10 anos; e a outra era o condutor da van, que pertencia a uma família.

Ainda de acordo com o delegado, outras 22 pessoas ficaram feridas, sendo seis em estado grave. Três delas foram levadas ao Hospital Regional de Eunápolis e as outras ao Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Uma delas tem estado mais delicado, e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

DESTRUIÇÃO: Interior do ônibus foi atingido em cheio com as toras de eucalpito. !2 pessoas morreram, sendo 11 do coletivo. Foto: Repropdução/Redes Sociais

O sinistro

Na noite de quarta-feira (29), uma carreta bitrem, que transportava toras de eucalipto, teve o reboque desprendido da carreta e, na sequência, atingiu o ônibus e a van, que trafegavam no sentido oposto, matando 12 pessoas no local e deixando outras 22 feridas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a PRF, a ocorrência foi por volta das 20h30, e foi atendida pelas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros e da PRF.

Veja quem são as vítimas fatais:

Douglas Santos Silva, 45 anos, motorista da van

Foto: Divulgação/Rede Social

Douglas, tinha 45 anos, e era o motorista da van. Ele estava acompanhado da esposa, que sobreviveu ao acidente. Ele era morador de Porto Seguro (BA).

Leandro Assunção Oliveira, 40 anos, motorista do ônibus

Oliveira tinha 40 anos e conduzia o ônibus. Ele morava em Camacã (BA). Não há informação sobre o estado civil.

Carlos Alberto Matheus Alves, 63 anos, médico em Itabuna (BA)

Foto: Divulgação/Rede Social

Carlos Alberto tinha 63 anos e estava no ônibus. Ele era médico pediatra e trabalhou mais de 13 anos para a Prefeitura de Itabuna (BA). Era solteiro e não tinha filhos.

Safira dos Santos do Nascimento, 10 anos

Foto: Divulgação/Rede Social

A estudante Safira do Nascimento, de 10 anos, estava acompanhada da mãe, Ana Aline, e da irmã Samiry. Junto com a família, morava em Ibicaraí (BA).

Samiry dos Santos do Nascimento, 1 ano

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

A bebê Samiry do Nascimento, de apenas 1 ano, estava com a mãe, Ana Aline, e com a irmã Safira, que também morreram.

Ana Alice dos Santos, 25 anos, mãe das crianças

Foto: Divulgação/Rede Social

Ana Alice, de 25 anos, era passageira do ônibus e mãe de Safira e Samiry. Ela era dona de casa e casada. A família morava em Ibicaraí.

Maria das Dores da Silva, 66 anos

Foto: Divulgação/Rede Social

A professora Maria das Dores, de 66 anos, também viajava no ônibus. Ela morava e lecionava em Eunápolis, onde morava com a família.

Raimunda de Souza Céu, 73 anos

Foto: Divulgação/Rede Social

Assim como Maria das Dores, Raimunda Céu, de 73 anos, era passageira do ônibus e professora em Eunápolis, onde morava com a família.

Célia Barbosa da Silva, 63 anos

Foto: Divulgação/Rede Social

Célia da Silva tinha 63 anos e viajava no coletivo. Atuava como funcionária pública e morava no bairro de Santa Lúcia, em Eunápolis.

Luciene Alves dos Santos, 39 anos

Foto: Divulgação/Rede Social

Luciene dos Santos, de 39 anos, também era passageira do ônibus atingido. Trabalhava como camareira, era casada e tinha duas filhas. Ela morava em Porto Seguro (BA).

Fátima Maria Gomes Lima, 65 anos

Foto: Arquivo Pessoal

Fátima Lima, de 65 anos, estava no coletivo, e era pernambucana, natural do Recife. Não há informações sobre o estado civil dela nem se tinha filhos.

Maria do Carmo de Araújo Jatobá, 65 anos

Foto: Divulgação/Pauta.Blog

Maria do Carmo, de 65 anos, estava no coletivo. Ela era tia do vice-prefeito de Itapé, André Jatobá (foto). Ela era servidora municipal e desempenhava a função de coordenadora de Educação em Itapé.

Fonte: Estradas