Médicos acreditam que as doenças pulmonares estão associadas com exposição a produtos químicos presentes nos cigarros eletrônicos

A Associação Médica Americana pediu, nesta segunda-feira, que os norte-americanos parem de usar qualquer tipo de produto vaporizado até que os cientistas tenham uma noção melhor da causa de 450 doenças pulmonares e pelo menos cinco mortes relacionados ao uso desses produtos.

A recomendação foi dada depois do conselho do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), na sexta-feira, para que as pessoas considerassem não utilizar cigarros eletrônicos enquanto a causa de várias doenças pulmonares associadas com o hábito de “vaping” fosse investigada.

Muitos, mas não todos, casos até agora envolveram usuários de dispositivos que vaporizam óleos contendo tetrahydrocannabinol (THC), componente psicoativo do canabis. Autoridades do CDC disseram que alguns laboratórios identificaram acetato de vitamina E em amostras de produtos e estão investigando-o como uma possível causa para as doenças.

Fonte: EXAME

Cigarro eletrônico
EUA: os cigarros eletrônicos causaram ao menos 5 mortes (Akn Can _enol / EyeEm/Getty Images)

Faça o seu comentário