Um incêndio que começou há 58 anos, em 1962 e ainda queima em uma mina de carvão abandonada na cidade de Centralia, nos Estados Unidos.

O fogo começou em um depósito de lixo na pequena cidade do Estado da Pensilvânia e se espalhou, chegando até a mina subterrânea.

Na década de 80 as autoridades retiraram da cidade mais de mil pessoas devido ao medo de gases tóxicos e abertura de buracos.

Os moradores e ex-moradores contam que a cidade era tranquila, sem violência. Mas, o fogo que começou acidentalmente no depósito de lixo e não foi apagado, ficou incontrolável na década de 80, atravessando barreiras de contenção.

E o governo começou a retirar os moradores. Alguns acreditam, no entanto, que o fogo nunca se espalhou pelos subterrâneos da cidade e alegam que o governo quer as terras para mineração.

Os poucos moradores que ficaram desafiaram a determinação do governo na Justiça, alegando que a cidade não está ameaçada pelo fogo. Mas a corte rejeitou este argumento no mês passado.

E, apesar de muitos falarem que o fogo não é uma ameaça imediata, o governo insiste que a ameaça existe.

Faça o seu comentário