Após a assinatura do convênio com a Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (AgeRio) nesta semana, a Prefeitura de São Gonçalo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, inicia nesta segunda-feira (21) o atendimento aos microempreendedores interessados na linha de crédito.

O objetivo do programa de Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) da AgeRio é alavancar microempreendedores, disponibilizando crédito em condições vantajosas: os financiamentos vão de R$ 500 a R$ 21 mil, com prazo de pagamento de até 24 meses, carência de até 12 meses e uma taxa de juros de 0,25% ao mês (3% ao ano).

“A economia não espera, desta forma, vamos iniciar o atendimento menos de uma semana após a assinatura do convênio com a AgeRio. Nossa equipe passou por um treinamento nesta sexta-feira (18) e já está apta a receber os microempreendedores de São Gonçalo a partir da próxima semana. Seguimos trabalhando para manter as empresas da cidade de pé e atrair novos investimentos para a nossa São Gonçalo”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcio Picanço.

Programa – O programa é oferecido para quem tem faturamento de até R$ 360 mil ao ano, para o investimento em atividades produtivas, como capital de giro, compra de mercadorias, equipamentos, obras, entre outros. Vale destacar que este crédito não pode ser utilizado para gastos pessoais nem para pagar dívidas.

Para solicitar, o microempreendedor (formal ou informal) precisa estar com nome “limpo”, isto é, não pode ter apontamentos no SPC/Serasa. Além disso, é preciso ter um avalista (fiador).

Orientações – Outro ponto de destaque do programa é a orientação, através da figura do agente de crédito. A ideia é auxiliar o empreendedor a crescer de forma sustentável, sem que ele fique endividado.

Os interessados no crédito devem comparecer na Casa do Empreendedor, na Rua Moreira César, Centro de São Gonçalo, munidos de identidade e CPF, comprovante de residência atualizado, comprovante de conta bancária, cópia da certidão de casamento ou escritura de união estável, termo de divórcio/separação, ou certidão de óbito do cônjuge (se tiver cônjuge falecido) e cópia da identidade e do CPF do cônjuge convivente (se houver). Já o avalista deve apresentar identidade e CPF, comprovante de residência atualizado, cópia da certidão de casamento ou escritura de união estável, termo de divórcio/separação ou certidão de óbito cônjuge (se tiver cônjuge falecido) e cópia de documento de identidade e CPF do cônjuge convivente (se houver).

Endereço: Rua Coronel Moreira César, s/n – Centro (em frente à Cedae)
Telefone: 2199-6483 | 99945-1618
Atendimento: 10:00 às 16:00