A Sala do Empreendedor fica na Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável em cima da Caixa Econômica Federal no Centro de Seropédica.

Aumento do desemprego leva brasileiros a buscar empreendedorismo, e de acordo com a pesquisa, em cada 10 brasileiros (entre 18 e 64 anos), quatro estão envolvidos em alguma pequena ou média empresa. O aumento do desemprego e o agravamento da crise econômica levou muitos brasileiros a buscar o empreendedorismo por necessidade.

De acordo com o Monitor Global de Empreendedorismo, a taxa dos empreendedores estreantes no Brasil em 2015 pulou de 29% para 44%.

“É o retrato do desemprego, obrigando o brasileiro a sair da sua zona de conforto e a enfrentar o risco de ser dono de seu próprio negócio”, diz o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Segundo informações da Folha de S.Paulo, a pesquisa, realizada em mais de 60 países, foi feita no Brasil entre setembro e novembro e fez 2.000 entrevistas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

De acordo com a pesquisa, em cada 10 brasileiros (entre 18 e 64 anos), quatro estão envolvidos ou possuem alguma pequena e média empresa.

A pesquisa também revelou que o brasileiro busca setores mais tradicionais: alimentação, vestuário, turismo e serviços em geral.

Os especialistas ouvidos pela pesquisa disseram que o grande entrave para que o número de empreendedores não seja maior é a falta de crédito. Segundo eles, o custo do capital no país é elevado, as exigências de garantias são proibitivas e falta uma oferta de financiamento para esse setor da economia.

“Temos de livrar os empreendedores dos exterminadores do seu futuro: entraves e custos elevados das áreas fiscal e burocrática.”

Todo serviço de abertura de empresa no MEI “Microempreendedor Individual” é gratuito e coordenado pela Prefeitura de Seropédica

MEI-Microempreendedor-Individual