O pe. Ferdinand Fanen Ngugban havia recebido a ordenação sacerdotal em 2015

Bandidos matam padre e seis leigos em ataque a igreja na Nigéria, confirmou hoje a diocese de Katsina-Ala, segundo informações reportadas pela agência de notícias ACI África, do grupo católico ACI.

O pe. Ferdinand Fanen Ngugban acabava de celebrar a Missa na igreja de São Paulo no vilarejo de Aye-Twar, no Estado de Benue, quando foi baleado na cabeça por bandidos armados nesta terça-feira, 30 de março.

O sacerdote havia saído da igreja para verificar o que estava ocorrendo enquanto um grupo de pessoas deslocadas por bandos jihadistas tentavam se abrigar nas instalações da paróquia. Na confusão, os delinquentes dispararam e alvejaram sete pessoas, entre elas o pe. Ferdinand. As informações foram confirmadas em comunicado divulgado hoje, 31, pelo chanceler da diocese de Katsina-Ala, pe. Fidelis Phelle Akjmbul.

Bandidos matam padre e seis leigos em ataque a igreja na Nigéria

Catherine Anene, relações públicas da polícia de Benue, também relatou os assassinatos:

“Confirmamos a ocorrência do ataque à igreja católica de São Paulo na vila de Aye-Twar, no centro de Agu, em Katsina-Ala. Durante o ataque, o reverendo pe. Ngugban perdeu a vida. Seu corpo foi levado ao Hospital Geral de Kastina-Ala, enquanto uma operação conjunta da polícia e outras agências de segurança estão em busca dos delinquentes”.

O Padre Ferdinand Fanen Ngugban havia recebido a ordenação sacerdotal em 2015.

 

Ao informar sobre os preparativos do funeral, o chanceler diocesano pe. Fidelis incentivou os fiéis a rezarem pela alma das pessoas vitimidas pela enésima barbárie perpetrada na Nigéria nos últimos anos:

“Que as almas do pe. Ferdinand Fanen Ngugban e dos seus companheiros descansem em paz”.

Fonte: Aleteia