Aeronave voltava de Dubai e sofreu acidente no momento da aterrissagem. Autoridades falam em pelo menos 16 mortes

Um avião de passageiros transportando pelo menos 190 pessoas se partiu em dois ao aterrissar, nesta sexta-feira (7), em um aeroporto no sul da Índia, fazendo várias vítimas, informaram veículos e autoridades indianas. Segundo a agência AFP, pelo menos 16 pessoas morreram e outras 15 ficaram gravemente feridas.

Avião com mais de 190 pessoas a bordo se partiu em dois durante pouso na Índia

 

 

A aeronave da companhia Air India Express partiu de Dubai e se acidentou no aeroporto de Koode, no estado de Kerala. Um deputado do estado disse que pelo menos o piloto morreu no acidente, enquanto a imprensa local fala de dezenas de passageiros hospitalizados.

Imagens de televisão mostram a fuselagem destroçada, mas sem sinais de incêndio no local. Um dos responsáveis afirmou que os dois pilotos estariam entre os mortos no acidente, conforme a agência AFP.

Um oficial de polícia afirmou à AFP que todos os que sobreviveram ao acidente sofreram ferimentos, e que haveria pelo menos 89 pessoas hospitalizadas.

Aeronave se partiu ao meio após acidente na Índia
Aeronave se partiu ao meio após acidente na Índia

(Foto: AFP)

A aeronave teria ultrapassado a pista no momento do pouso. O portal G1 também informa que o voo estaria repatriando cidadãos indianos por causa da pandemia de covid-19. Uma das suspeitas é de que possa ter havido um problema no trem de pouso do avião.

– O voo estava vindo de Dubai. Tinha mais de 185 passageiros. As operações de resgate estão em andamento, mas a chuva dificulta a tarefa – disse à agência AFP uma autoridade dos serviços de emergência, falando sob condição de anonimato.

O último acidente aéreo grave na Índia ocorreu em 2010, quando um Boeing 737-800 da Air India Express, que voava de Dubai a Mangalore, passou da pista e explodiu, causando 158 mortes. Oito pessoas sobreviveram.

Chuva atrapalhou operação de resgate de passageiros
Chuva atrapalhou operação de resgate de passageiros

(Foto: Favas Jalla, AFP)
Fonte: NSC Total