Em todo o estado, mais de 430 mil habitantes foram afetados pelos temporais

O número de pessoas que morreram em decorrência das fortes chuvas que atingiram o sudoeste e extremo sul da Bahia subiu para 20. Em todo o estado, mais de 430 mil habitantes foram afetados pelos temporais.
 
As informações estão sendo divulgadas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), que até então contabilizavam ao todo 18 mortes. Porém, nas últimas horas, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade confirmaram mais duas mortes. 
 
Umas das vítimas foi identificada como Felipe Duarte Garcia, de 21 anos. Ele estava sendo procurado desde este domingo, 26, após desaparecer com a enxurrada. O corpo do jovem foi encontrado às margens do Rio Cachoeira, no bairro Urbis IV.
 
Já a 20ª vítima é Maria das Neves Souza dos Santos, 33. Ela morava na Vila da Paz, uma região ribeirinha entre a BR-415 e o Rio Cachoeira, na saída de Itabuna para Ilhéus. A estrutura da casa onde Maria morava desabou sobre ela na madrugada deste domingo.
Segundo a Sudec, a Bahia tem 16.001 pessoas desabrigadas e outras 19.580 ficaram desalojadas. Nesta segunda-feira, 27, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), prometeu que vai reconstruir as casas das mais de 16 mil pessoas desabrigadas após tempestades.
 
“Nós estamos atuando nesse momento de tomar as primeiras providências para resgatar e acolher as pessoas. A segunda medida é fazer visita técnica para identificar, com os prefeitos, o que vai ser preciso construir de novas casas, repara as casas existentes e, eventualmente, corrigir e reparar estruturas urbanas ou corrigir erros que foram cometidos ao longo de anos”, disse o governador. 
 
Costa falou sobre os estragos que as chuvas têm feito em todo o estado da Bahia. “Um momento difícil e é o maior desastre que a Bahia enfrenta desde a sua história. Nenhum momento tem registro de um desastre com essa extensão, envolvendo tantos municípios e alcançando tantas pessoas em diferentes regiões do estado”, afirmou ele.
 
Em publicação nas redes sociais, o governador da Bahia informou que vai estender a oferta de crédito de até R$ 150 mil sem juros para todos os comerciantes atingidos pelas enchentes. O petista ainda prometeu apoiar agricultores que perderam a produção devido à força das águas.
 
Nesta segunda-feira, a Bahia tem a confirmação de 72 municípios em situação de emergência. Até o último sábado de Natal, 25 cidades faziam parte da lista, mas, no domingo, 26, o governador reconheceu outras 47 na mesma condição. Desse total, 58 também estão em situação de crise por causa das enchentes.
 
Fonte: O DIA