Paroquia Nossa Senhora das Graças de Seropédica celebrou Ascensão do Senhor e Coroação de Nossa Senhora

0
384

A Paroquia Nossa Senhora das Graças na comunidade do Morro do Cruzeiro, realizou neste domingo (29), a Festa da subida de Jesus aos céus aos 40 dias após sua ressurreição, e após a Santa Missa foi realizado a Coroação de Nossa Senhora.

A Ascensão de Jesus é a conclusão de Sua estada terrena entre os homens, para se unir fisicamente ao Pai, que não aparece novamente na Terra até sua Segunda Vinda, a Parusia, para o Juízo Final. “Em Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, a nossa humanidade foi levada para junto de Deus. Ele abriu-nos a passagem e nos puxa para junto de si, conduzindo-nos para Deus. Se lhe confiarmos a nossa vida, temos a certeza de estar nas mãos do nosso Salvador”, destaca o Paroco Paulo Sergio.

Em sua homilia o Padre Paulo Sergio esclarece que após a ressurreição, Jesus passou um período de tempo com seus discípulos, Lucas nos informa que foram 40 dias. Foram dias intensos, principalmente para assegurar a todos que Ele não era uma visão ou um fantasma, mas o próprio Senhor e Mestre que tinham conhecido. Mas, a principal atividade de Jesus Ressuscitado junto aos seus discípulos ia muito além. Jesus não tinha terminado a sua missão. Era necessário preparar os apóstolos para a próxima etapa do projeto de Deus.

A paixão, a morte e a ressurreição foram a maior expressão do amor de Deus para a humanidade. Na entrega total de Cristo na cruz e a sua vitória sobre a morte, todos os homens e mulheres foram redimidos e salvos. Mas, tudo isto não poderia ficar como um fato no passado e um momento especial na vida de alguns discípulos somente: todas as pessoas em todos os tempos e lugares deveriam não somente saber, mas principalmente acreditar em tudo que Ele fez por nós, pois este se tornou o caminho para cada pessoa se salvar.

COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA, MÃE DE JESUS

Após a Santa Missa foi realizado uma encenação da Coroação de Nossa Senhora pelas crianças de três Paroquias. As crianças vestidas de Anjinhos jogaram petalas de rosas sobre a imagem de Nossa Senhora, em Seguida e Coroada Rainha.

É tradição dos devotos de Nossa Senhora finalizar o mês de maio com a cerimônia de Coroação de Nossa Senhora. Para o devoto, coroar Nossa Senhora é demonstrar que a reconhece como rainha. Rainha de um reino que não é o desse mundo, mas, sim, o reino sonhado por Deus para seus filhos e filhas. Na história da vida humana de Jesus, Maria tem o papel fundamental. Seu “sim” sela a encarnação do Filho de Deus como homem e com sua aceitação ela demonstra que é possível uma pessoa fazer de sua vida uma constante escuta da vontade de Deus.

Maria: filha, mulher, mãe. Filha de pais fiéis a Deus, recebeu deles a educação que lhe abriu o coração para conhecer o Pai do Céu e escutar-Lhe as palavras. Mulher, engajou-se no seu tempo a prestar atenção aos anseios daqueles que a cercavam e soube fazer de seu serviço um interceder contínuo pela humanidade. Mãe, constituiu a personalidade de seu único Filho, ensinou-lhe os passos e fundamentou seu conhecimento de Deus com aquilo que lhe era revelado. Maria humana, gente, pessoa, que com todas as limitações próprias de sua natureza pode dizer “sim” e ensinar à humanidade a também dizer “sim”.