Onde a Sagrada Família viveu no Egito?

0
37

Jesus provavelmente deu seus primeiros passos não em Belém ou em Nazaré, mas sim no Egito

Éfácil esquecer que uma parte da primeira infância de Jesus foi passada bem longe de Belém e da Terra Santa. Forçada ao exílio pelo rei Herodes, a Sagrada Família fugiu para o Egito e lá viveu durante alguns anos.

matanc3a7a-dos-inocentes.png

É fascinante pensar nesse tempo na vida de Jesus. Será que Ele viu as antigas pirâmides? Será que admirou o grande rio Nilo?

Antes de falarmos dos possíveis locais do exílio de Jesus no Egito, vamos primeiro recordar a narrativa de Mateus:

“Depois de sua partida, um anjo do Senhor apareceu em so­nhos a José e disse: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito; fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para o matar”. José levantou-se durante a noite, tomou o menino e sua mãe e partiu para o Egito. Ali permaneceu até a morte de Herodes para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta: Do Egito chamei meu filho (Os 11,1)”.

Mateus 2,13-15.

Os historiadores tendem a discordar quando se trata da data da morte do rei Herodes. A maioria dos estudiosos aponta para 4 a.C., enquanto alguns afirmam que ele morreu bem depois, em 1 d.C. Qualquer que tenha sido a data real, a tradição local afirma que a Sagrada Família viveu no Egito durante cerca de quatro anos.

É intrigante imaginar Jesus dando seus primeiros passos e dizendo suas primeiras palavras não em Belém ou em Nazaré, mas sim no Egito!

De acordo com as tradições locais, a primeira parada da Sagrada Família foi em Farma, ao leste do rio Nilo. Depois eles continuaram até Mostorod, uma cidade ao norte do Cairo. Há uma nascente perto da cidade que, segundo a piedade popular, surgiu após a sua chegada.

Eles teriam ainda parado em Sakha, local de uma rocha que teria uma impressão do pé do Menino Jesus.

Seguindo em frente, passaram por Wadi El Natroun antes de chegar aos arredores do Cairo. Naquele ponto há um lugar onde, dizem, uma árvore deu sombra à Sagrada Família.

José, Maria e Jesus certamente viram as antigas pirâmides do Egito enquanto prosseguiam a sua viagem, possivelmente parando para admirar aquela tão surpreendente vista.

A família no exílio continuou então para o Velho Cairo e até Maadi, onde teriam subido a um barco rumo a Deir El Garnous e, depois, Gabal Al-Teir.

O principal local de permanência foi Gebel Qussqam. Acredita-se que eles tenham ficado ali durante cerca de seis meses. Antes de voltar para casa, teriam parado em Assiut e, finalmente, voltaram para a Terra Santa.

O povo copta egípcio tem grande orgulho deste capítulo tão especial da vida de Jesus e se sente particularmente próximo da Sagrada Família, que caminhou e viveu entre eles durante os primeiros anos de Jesus quando criança.

Fonte: Aleteia