Escândalo! Goleiro denuncia tentativa de suborno

R$15 mil em troca de dois gols

Atleta negou a oferta e clube registrou um boletim de ocorrência

 

Uma tentativa de suborno pode manchar a imagem do Campeonato Catarinense deste ano. O goleiro do Inter de Lages-SC, Neto Volpi, denunciou que uma pessoa lhe ofereceu R$ 15 mil em troca de ‘uma ajudinha’. O atleta deveria sofrer dois gols na partida contra o Joinville. As mensagens teriam sido trocadas por WhatsApp.

Neto poderia ter embolsado R$ 15 mil, mas recusou a propostaReprodução

Após a denúncia, o próprio clube registrou um Boletim de Ocorrência, onde acusa Fred Nelson de Oliveira Marques, presidente do Andraus, clube da Segunda Divisão paranaense, de tentar subornar o goleiro.

O empresário, que é ex-jogador de futebol, entrou em contato com Volpi teria oferecido dinheiro para que sofresse dois gols. No entanto, o atleta recusou e denunciou o caso, sendo apoiado pelo Inter de Lages.

Apesar de a proposta ter sido referente à partida contra o Joinville, o clube afirmou não ter qualquer tipo de envolvimento com o caso, além de se disponibilizar a ajudar nas investigações.

 

“O Joinville Esporte Clube nega qualquer envolvimento com a suposta tentativa de negociação para o goleiro Neto Volpi, do Internacional de Lages, sofrer propositalmente dois gols no jogo deste sábado, contra o JEC. O clube também nega conhecer os senhores Fred e Diogo Braga, citados no Boletim de Ocorrência registrado pelo presidente do Inter, Christopher Nunes, nesta semana. De qualquer forma, lamentamos que no futebol ainda existam pessoas que ignoram o espírito esportivo para se beneficiar com atitudes ilícitas, como apostadores que tentam comprar o resultado de um jogo, por exemplo”, afirmava a nota oficial.

O Andraus, clube de Fred Nelson, não se pronunciou sobre o caso.

The following two tabs change content below.

Luiz Calderini

Edição de matérias sobre Seropédica e atualidades.

Comentários