Corpos de vítimas de voo da Chapecoense devem chegar ao Brasil até madrugada de sábado

Autoridades responsáveis pela logística envolvendo o acidente com a delegação da Chapecoense na Colômbia alteraram o cronograma de translado das vítimas. De acordo com o coordenador das funerárias Jorge Escobar, a expectativa é liberar todos os corpos até 22h (perto das 00h no horário oficial de Brasília) e não mais às 19h – como havia sido informado anteriormente. Com isso, a previsão é que os corpos cheguem ao Brasil entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado.

Segundo o secretário de assuntos internacionais de SC, Carlos Adauto Virmond, que está na Colômbia, a demora no embalsamento – cerca de três horas para cada corpo – deve atrasar toda a programação. No início desta manhã, segundo as autoridades brasileiras, havia risco de alteração no horário devido a grande logística que envolve as funerárias, que têm dificuldades em dar agilidade no processo.

— Eu acredito que haverá um atraso, já que há um grande problema de logística e também de trânsito na cidade de Medellín. Eu estabeleceria um organograma de saída o mais cedo às 22h para o aeroporto — afirmou o Virmond.

O governo colombiano ainda trabalha com outra alternativa. Se houver mais atraso, os corpos podem chegar até as 8h (11h no Brasil) no aeroporto de Meddellín, o que implica no atraso também na cerimônia em Chapecó – que pode começar no início da tarde de sexta-feira.

O porta-voz do Centro de Operações montado no aeroporto Olaya Herrera, Juan David Arteaga Florez, confirmou que a entrega dos corpos deve ser finalizada até o fim do dia de hoje. Caso haja algum inconveniente, as autoridades funerárias se comprometeram a entregar todos na manhã de sexta para que possam ser enviados aos seus países.

Já se encontra no pátio da Força Aérea Colombiana uma aeronave Hércules da Bolívia que irá fazer o traslado das cinco vítimas bolivianas, o que deve acontecer ainda na tarde desta quinta. Autoridades colombianas aguardam a autorização para decolagem de três aeronaves Hércules da Força Aérea Brasileira partindo de Manaus para a Colômbia.

Os caixões serão levados em  caravana para instalações da Força Aérea Colombiana para últimas homenagens, antes de deixarem o país.

Procedimento com os corpos

O médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Jorge Pagura, informou aos jornalistas que o processo de liberação dos corpos envolve várias etapas. A primeira delas, que já foi terminada ainda na madrugada de hoje envolveu identificar todos os corpos e apontar a causa de todas mortes.

Conforme informações do governo colombiano, até as 12h pelo menos 15 corpos saíram do Instituto Médico Legal (IML) de Medellín e foram encaminhados para funerárias da cidade. No local, os corpos são embalsamados e as certidões são emitidas.

Pertences das vítimas encontrados no local do acidente serão entregues às embaixadas

De acordo com autoridades colombianas, o pertences das vítimas recuperados no local do acidente estão sob custódia da Aeronáutica Civil do país e serão entregues aos consulados brasileiro, boliviano, paraguaio e venezuelano para posteriormente serem deixados à disposição das famílias.

21987474

The following two tabs change content below.

Luiz Calderini

Edição de matérias sobre Seropédica e atualidades.

Latest posts by Luiz Calderini (see all)

Comentários