Iniciativa é parte de esforços da pasta por mais transparência e contempla atendimentos de alta complexidade

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Central Estadual de Regulação (CER) já disponibilizou à população o acesso à informação sobre as filas ambulatoriais do Sistema Estadual de Regulação (SER). A iniciativa contempla os recursos ambulatoriais de alta complexidade, sendo parte dos esforços da SES em promover mais transparência na pasta.

As filas ambulatoriais são gerenciadas pela Regulação da SES para viabilizar o acesso dos pacientes aos serviços adequados de saúde oferecidos pelas unidades municipais, federais e do próprio Estado do Rio de Janeiro. Isso compreende uma série de recursos de alta complexidade em oncologia, hematologia, traumatologia, neurocirurgia e outras áreas de atendimento em saúde.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, disse que o aumento da transparência sobre o sistema de Regulação vai garantir um atendimento de mais qualidade à população.

“Essa medida é importante para que o serviço na ponta funcione de maneira mais eficaz. Precisamos ampliar a transparência para os usuários e também para os órgãos de controle, pois isso refletirá no melhor atendimento para a população”, disse Chaves.

José Wilson, Superintendente de Regulação da SES, informa que a iniciativa nasceu como parte de um novo momento na SES de busca por maior transparência em suas ações. A publicação dos dados também atende à lei estadual nº 8.782 de 02 de abril de 2020.

 “A disponibilização no portal do arquivo de todas as filas ambulatoriais é certamente um avanço no sentido da transparência e legalidade”, comenta Wilson. “Ela retrata um momento da SES de retomada da sua importância como parte do Sistema Único de Saúde”.

O Superintendente ressalta, porém, que a privacidade dos pacientes está preservada. Não é possível ter acesso ao nome por extenso de qualquer indivíduo pelos arquivos que são disponibilizados. Apenas as iniciais do nome e dos sobrenomes são informadas.

Outros dados como o número de identificação do paciente no SER, a data de solicitação do atendimento e a classificação de risco também estão disponíveis. Para Wilson, esses dados serão importantes não apenas para que a população possa monitorar as filas e realizar o controle social, mas também para inspirar e tornar possível a produção de trabalhos acadêmicos.

Confira as filas:

Para ter acesso às informações das filas ambulatoriais basta acessar o portal da SES. Uma vez lá, clique no menu, acesse “Transparência” e, em seguida, “Lista de espera Regulação (SER)”. Ou, se preferir, clique no link: http://painel.saude.rj.gov.br/RelatorioSER/ListaEsperaAmbulatorial.html

 

Área de anexos