Cerca de 15 agricultores da Associação Agroecológica de Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, participaram no dia 15 de setembro de um Dia de Campo para conhecer as técnicas utilizadas na Fazendinha Agroecológica Km 47, em Seropédica/RJ. Com o objetivo de apresentar tecnologias para a produção orgânica ao grupo, composto por agricultores agroecológicos e em fase de transição, a visita foi guiada pelos pesquisadores José Guilherme Marinho Guerra e Renato Linhares, da Embrapa Agrobiologia, e Luis Aguiar, da Pesagro-Rio.
Os visitantes conheceram algumas áreas da Fazendinha, como a de produção orgânica de hortaliças, o minhocário e a estufa de produção de mudas, e aproveitaram para tirar algumas dúvidas, como foi o caso do agricultor Hugo Santos. “Muitos de nós já trabalhamos dentro do sistema agroecológico e também participamos da Feirinha Orgânica, mas essa visita é importante para tirarmos algumas dúvidas. Eu, por exemplo, queria saber mais sobre o ponto do esterco para colocar no minhocário”, exemplifica.
Para o pesquisador Renato Linhares, as visitas ao sistema organizado da Fazendinha são uma boa oportunidade para a troca de experiências, de modo que os agricultores aprendam e levem novas técnicas para aplicar em sua região. “Durante a tragédia da Região Serrana em 2011, vimos que muitos agricultores, além de perderem tudo, também ficaram sem ter o que comer, pois cultivavam apenas duas ou três variedades de produtos”, explica. “Essa visita, que faz parte do projeto Estratégias Agroecológicas para a Segurança Alimentar em Ambientes de Montanha, tem a intenção de mostrar que é possível ter uma rotatividade de cultivo que beneficia não apenas as vendas, mas também a alimentação do produtor e da sua da família”, completa.
article

Faça o seu comentário