Defesa Civil Nacional alerta para chuvas intensas no Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro

0
1

Acumulados das chuvas podem passar de 100 milímetros em 24 horas e ventos podem superar os 100 km/h. Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil está em alerta
 

Brasília (DF), 24/01/2023 — A Defesa Civil Nacional alerta para a previsão de chuvas intensas nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro nas próximas horas. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os acumulados de chuvas podem passar dos 100 milímetros em 24 horas. Além disso, os ventos podem superar os 100 km/h. Há risco de danos a edificações, de corte de energia elétrica, quedas de árvores, descargas elétricas, enxurradas e grandes transtornos no transporte rodoviário.

As regiões de maior risco de desastres são a Central, Noroeste, Sul e Litoral Norte do Espírito Santo, o Vale do Rio Doce e a Zona da Mata, em Minas Gerais, e o Noroeste Fluminense. O aviso do Inmet pode ser acessado aqui.

Na tarde desta terça-feira (24), a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil promoveu reunião emergencial preparatória. O encontro reuniu representantes dos órgãos de monitoramento que integram o Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil (Sinpdec): Inmet, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Os órgãos apresentaram um prognóstico meteorológico e geo-hidrológico.

As Defesas Civis dos três estados potencialmente atingidos também participaram do encontro de alinhamento e compartilharam informações sobre suas capacidades de preparação e de resposta.

O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) alterou o nível operacional para alerta Laranja e mantém monitoramento 24 horas por dia. Os órgãos do Sistema Federal de Preparação e Resposta também foram notificados.

Alertas

A Defesa Civil Nacional orienta os moradores das regiões de risco a se inscreverem nos serviços de alerta, enviando um SMS com o CEP do local onde mora, ou outro local de interesse, para o número 40199.

Não há limite de locais cadastrados e o serviço é totalmente gratuito para a população. A partir da previsão de desastre, a população receberá um aviso contendo informações de risco e orientações para a autoproteção.

Outra recomendação é ficar atento aos alertas publicados no Twitter da Defesa Civil Nacional (@defesacivilbr) e do Instituto Nacional de Meteorologia (@inmet_).

Para receber alertas por WhatsApp

Para receber alertas de desastres pelo WhatsApp, é necessário se cadastrar pelo telefone (61) 2034-4611 ou pelo link e, em seguida, interagir com o chatbot (robô de atendimento), enviando um simples “Oi”. Após essa primeira interação, o usuário poderá compartilhar sua localização atual ou escolher qualquer outra do seu interesse e, dessa forma, receber as mensagens que serão encaminhadas pelos órgãos de defesa civil locais.

Após o envio de qualquer mensagem pelo usuário, o robô encaminhará a pergunta se a pessoa deseja receber os alertas da Defesa Civil. Se sim, será disponibilizado no chatbot os termos de uso e política de privacidade, que regulamentam o projeto, e o pedido para o aceite do usuário.

Na sequência, será solicitado ao usuário que envie a localização que deseja receber os alertas. Podem ser cadastradas várias localizações diferentes, pensando nos lugares que frequenta, que deseja monitorar ou mesmo se for fazer alguma viagem.

São três diferentes possibilidades para o cadastro das localizações: a pessoa pode compartilhar a localização na mensagem (toque em Anexar > Localização); digitar o CEP e clicar em enviar ou, simplesmente, digitar o nome do município e enviar. Essas áreas de interesse podem ser editadas a qualquer momento.

Fonte: Governo Brasil MDR