Conselho de Segurança Pública destaca a preocupação com o baixo número de Policiais Militares nas ruas do município, O número ideal de policiais por habitantes recomendado pela ONU seria 1 policial para cada 250 habitantes segundo dados do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo. Em Seropédica, há 1 policial para 2.000 habitantes.

 

Em reunião realizada nesta quarta-feira (06/11) no auditório da Câmara Municipal de Seropédica, foram discutidos assuntos de relevante importância para toda a população. Estiveram presentes à mesa diretora o Comandante do 24º Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel Martins, o Comandante da Companhia Tenente Almeida, o Delegado de Polícia Civil da 48º DP DR. Júlio Cesar Vasconcellos, o Secretaria de Ordem Pública e  Presidente do Conselho Edvá Oliveira de Brito, e líderes da sociedade civil.

Foram divulgados dados referentes ao mês de outubro, que apresentaram os seguintes números: 2 homicídios, 6 roubos de veículos e 7 roubos de rua, o que mantém o índice dentro da média esperada pelos policiais.

Segundo o Comandante da Companhia, Tenente Almeida, o registro das ocorrências é muito importante para o mapeamento das regiões que apresentam maior número de delitos. “As pessoas não têm o hábito de procurar a Delegacia para registrar os fatos ocorridos. Se isto acontecesse, poderíamos analisar com mais precisão os locais que apresentarem mais ocorrências e enviar um monitoramento mais ofensivo nestes locais.” Conclui.

Aproveitando a reunião com autoridades na área de segurança, alunas do curso de Agronomia da UFRRJ, Juliana Freitas e Camila Feder, representando os demais alunos da universidade, apresentaram uma carta de repúdio, reivindicando rigor na apuração dos fatos sobre a morte brutal do Professor Valdir Diola. A presença do Vice Reitor da Rural, professor Eduardo Mendes Callado reforçou as solicitações. Na ocasião, Callado se pronunciou da seguinte forma: “Nós queremos participar mais das ações para saber como auxiliar na segurança de nossa cidade. É de interesse de todos tornar esta região mais segura, não só para nossos alunos, mas sim para todas as pessoas”.

O presidente do Conselho de Segurança, Edvá Oliveira de Brito comentou sobre o caso, agradeceu ao apoio da universidade Rural e pediu à população a união com objetivo de trazer mais policiais militares para Seropédica, que hoje conta com 40 homens para atender aos 80 mil habitantes.  Para isso, é necessária a participação de todos nas reuniões que acontecem sempre na primeira quarta-feira de cada mês, com início às nove horas, sempre no auditório da Câmara Municipal de Seropédica.

Assuntos como o horário do silêncio e problemas no trânsito também foram debatidos na reunião.