Anvisa declara que Sinovac está fora dos padrões exigidos e João Doria terá que dar explicações

0
834

Anvisa em inspeção na Sinovac relatou diversos pontos fora dos padrões exigidos pelo Brasil, a fábrica é responsável pela CoronaVac.

Nesta Quarta-feira a Anvisa divulgou uma nota que causou um alvoroço na mídia. A saber a Anvisa soltou uma nota em que dizia que a fábrica Sinovac apresentava um número considerável de pontos fora dos padrões exigidos no Brasil.

Por conseguinte, após a inspeção feita pela Anvisa na fábrica Sinovac, na china. A saber, fabrica essa que está sendo produzida a vacina CoronaVac. De certo, a agencia sanitária disse que a ponto menores e pontos de grande relevância.

Assim, estes pontos precisam urgentemente serem corrigidos para que a CoronaVac possa receber carta branca para ser usada no Brasil.

Ademais, o governador João Doria já deu data para o início das vacinações com a CoronaVac em São Paulo. Que seria no dia 25 de janeiro, mesmo sem a aprovação da Anvisa. Além disso, o governador tem planos para transportar o plano de vacinação para outros Estados.

Anvisa e instituto Butantan soltam notas para esclarecer o ocorrido

Por conseguinte, a Anvisa soltou uma nota sem dar muitas explicações sobre a inspeção na fábrica chinesa:

“Na reunião de encerramento da inspeção técnica da Anvisa, é realizado um fechamento dos trabalhos, citando os achados da inspeção. A comunicação é feita com o Instituto Butantan nos termos formais do processo de inspeção. O tema é prioridade para Anvisa, estamos atuando focados para favorecer o acesso às vacinas da Covid-19. Por fim, não confirmamos o exposto na reportagem. Reconhecemos, apenas, os canais de informações formais com o Instituto Butantan”, afirmou Anvisa.

O instituto Butantan que está em parceria com o governador João Doria, diz ter acompanhado a inspeção da Anvisa na Sinovac em nota, mas sem muitos detalhes.

“Inspeções como a ocorrida na última semana são praxe na indústria farmacêutica e têm como finalidade atestar as boas práticas de fabricação”

Continuou:

“seguirá em contato com o órgão de controle visando ao rápido registro da vacina no país”.

Apesar de criticas do presidente para o uso da vacina chinesa, Doria ignora e agora terá de dar explicações sobre o ocorrido.

Fonte: News Atual