O GDF iniciou nesta terça-feira (5/11) série de reuniões com representantes chineses para tratar de privatização e da construção do Gasoduto do Brasil Central. Um dos focos da reunião do secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, Ruy Coutinho, com He Yousheng e Xue Rong, secretários da Câmara de Comércio e Investimento China-Brasil, foi a possível concessão à iniciativa privada de empresas como a Companhia Energética de Brasília (CEB) e a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô/DF). Os chineses se interessaram sobretudo a respeito da privatização da CEB, que é, até o momento, a proposta mais adiantada. A privatização do metrô também. Afinal, a China é uma das potências que mais entende de transporte de massas, afirmou.

Segundo Ruy, os chineses também demonstraram interesse na proposta do gasoduto, que prevê o transporte de combustível por 905km, entre São Carlos (SP) e Brasília. Essa deve ser uma das maiores obras para trazer incentivos à economia do Distrito Federal, avaliou o secretário de Desenvolvimento Econômico. Eles também queriam saber qual seria o grau de abertura dessas propostas, e eu adiantei que seria abertura total. Precisamos lembrar que as obras do metrô estão orçadas em quase US$ 1 bilhão. Esses investimentos são de suma importância para fazer a economia do DF girar, completou.

De acordo com o chefe da pasta, a privatização da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) ficou para ser analisado com mais profundidade, porque há um projeto do governador para fortalecer a empresa financeiramente antes de passá-la para a iniciativa privada. Eles ficaram surpresos com a queda da inflação e as baixas taxas de juros. Dá forma como andamos, acredito que, dentro de dois anos, será possível recuperar o grau de investimentos que perdemos em 2015, avaliou Ruy.

Park das Nações   O Executivo local estuda agora enviar uma equipe técnica para a China em fevereiro ou março de 2020 para conhecer mais propostas dos futuros investidores. A equipe chinesa teve o auxílio de dois tradutores e contou com a presença do advogado Zhou Xiang Gu e do investidor chinês Gao Yongfeng. No encontro, a missão chinesa ainda conheceu o projeto Park das Nações. A feira de negócios organizada pelo GDF deverá ocorrer em agosto do próximo ano e reunirá estandes de vários países a fim de atrair investidores internacionais – a presença da China está confirmada.

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidad…

Faça o seu comentário