A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados vai promover audiência pública, na próxima terça-feira (17), para ouvir esclarecimentos do Ministério dos Transportes sobre o estado precário da BR-465 (antiga rodovia Rio-São Paulo) no trecho que liga o bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro, à cidade de Seropédica (RJ), passando pela cidade de Nova Iguaçu (RJ).

A população não aguenta mais tanto descaso, além dos buracos, assaltos, excesso de quebra-molas, pardais em locais errados, falta de acostamento, e ainda existe um pedágio no início da Estrada onde a concessionaria Nova Dutra não faz a manutenção na BR 465 alegando que é alça da Rodovia Presidente Dutra.

A rodovia tem extensão de 31,9 km, e a quantidade de veículos que transitam é crescente, a maioria carretas e caminhões. A via atualmente é de pista única e possui 43 quebra-molas, pistas esburacadas e desniveladas.

Convidados
Foram convidados para a audiência:
– o ministro dos Transportes, Cesar Borges;
– o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Jorge Ernesto Pinto Fraxe;
– o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Luiz Macedo Bastos;
– o superintendente regional do Dnit no estado do Rio de Janeiro
– o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier
– o prefeito de Seropédica, Alcir Fernando Martinazzo.                                                                                   – o Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável Wilson Beserra

A audiência será realizada às 14 horas, no Plenário 11.