Novela denigre nome de Seropédica

0
261

Como não bastasse os problemas que quase todos municípios do Rio de janeiro tem, a Novela “A Regra do Jogo” fala de um crime fictício dentro de um ônibus em Seropédica, onde ator Tony Ramos fazendo o papel de Jé Maria usando uma metralhadora mata todos os passageiros. Eu Luiz Calderini como nascido e morador deste município deixo meu repúdio, achei que a rede globo poderia usar um nome que não fosse de nossa cidade, precisamos de coisas boas para nosso município e não usar o nome em crimes mesmo não sendo real. Quantas coisas boas temos em nosso município, porque não usar o nome da Embrapa, UFRRJ, Pesagro como história real de coisas que trás o crescimento para nosso país?

Texto da Novela: Segue abaixo

A Regra do Jogo: Zé Maria confessa assassinato em Seropédica

 

“A missão era essa. Eu só cumpri ordens, Romero”, diz Zé Maria

No episódio deste sábado (3) em “A Regra do Jogo”, novela das 21h, na rede Globo, a hora da verdade chegou! Na sexta, Romero (Alexandre Nero) foi chamado às pressas para uma reunião da facção na casa de Orlando (Du Moscovis) e dá de cara com ninguém menos que Zé Maria (Tony Ramos).

Já neste sábado, Tio (Jackson Antunes) vai  explicar que o pai de Juliano (Cauã Reymond) nunca deixou a organização criminosa, só estava de resguardo, mas que agora vai voltar à ativa. Revoltado, Romero esbraveja contra eles. “Vocês perderam a noção! Ele é louco! O Zé Maria matou à queima roupa todo mundo naquele ônibus, lá em Seropédica!”, diz relembrando o crime horroroso que marcou os jornais da época.

Sem titubear, o fugitivo é direto e confessa o crime de maneira fria: “A missão era essa. Eu só cumpri ordens, Romero”.

*Fonte: Gshow.

“A missão era essa. Eu só cumpri ordens, Romero”, diz Zé Maria