Morador do Agreste Pernambucano viraliza após construir o próprio jazigo

0
59

Dono de uma padaria em Limoeiro, Clayton Melo afirmou que não teme a morte e tem cuidado dos detalhes de seu funeral

Limoeiro – Cleyton Melo de Sousa caiu na boca do povo no pequeno distrito de Limoeiro, Agreste de Pernambuco. Os poucos mais de 7 mil habitantes do município não falam sobre outro assunto depois que um vídeo com o jazigo construído no cemitério de Vila Mendes viralizou. Afinal, o comerciante, de 36 anos, mesmo em ótimas condições de saúde, já começou a organizar o próprio funeral. Segundo ele, em breve. 

“Não tenho medo de morrer. Estou esperando por ela (a morte)”, disse Cleyton.

Dono de uma padaria em Limoeiro, o comerciante investiu R$ 3,5 mil na compra do terreno no cemitério, mão de obra e material para a construção de uma ‘capelinha’ com espaço para até dois caixões. Cleyton, inclusive, já deixou a própria foto no local.
 
A obra que terminou em 2021 não demorou a ser descoberta pelos moradores da pequena cidade.
 
“Eu ia ao cemitério para acompanhar enterros e ficava pensando nas pessoas que estavam lá, num cantinho, e ninguém via. Eram homenagens discretas. Aí, fiz a minha tumba para ver as pessoas me homenageando de verdade”, disse o comerciante.