Desmascarado pela Lava-Jato, Lula já foi condenado em segunda instância duas vezes ambas por corrupção, as penas somadas ultrapassam 35 anos de prisão.

Mas, ele está solto por gentileza dos seus amigos o Supremo (STF). Sem emprego fixo desde 1976, o ex-presidiário tem todo tempo do mundo para dedicar a usina de falatórios que inaugurou a 45 anos.

No momento Lula tenta atribuir a Jair Bolsonaro todos os problemas do país que ele mesmo destruiu em parceria com Dilma Rousseff. Ouçam o que disse Lula nesta segunda-feira:

– “A única forma do povo se defender coronavírus é ficando em casa, ou governo libera o dinheiro urgente na mão do povo ou o povo vai começar a sair para ganhar o seu pão, a fome tem pressa”

Lula jurou ter acabado com a fome em 2009, Dilma garantiu terá acabado com a miséria extrema em 2014.

Ao estimular a rebelião dos famintos, Lula está admitindo que os únicos brasileiros pobres que ficaram milionários no governo do PT foram ele próprio, sua família e o bando de comparsas engajados no maior esquema corrupto de todos os tempos.

Muitos deles ajudaram a parir um documento em que Fernando Haddad, Ciro Gomes, Guilherme Boulos e Flávio Dino, exige a renúncia de Jair Bolsonaro acusado de ajudar a propagação da pandemia de Coronavírus.

Imagine o Brasil governado por esse quarteto:

– Um poste de joelhos
– Um coronel sempre à beira de um ataque de nervos
– Um estuprador do direito de propriedade
– Um comunista cevado pela burguesia maranhense.

Todos parecem imunes ao vírus chinês. Só foram infectados ainda no berço pelo cinismo crônico, pelo oportunismo sem cura, e pela sem-vergonhice epidêmica.

Confrontado com esse quarteto até o coronavírus poderia achar o mais sensato fugir do Brasil.

Faça o seu comentário