Obra do DNIT põe em risco pedestres e motoristas que circulam na ponte sobre a linha Férrea de Seropédica.

Com a promessa de melhorar a circulação de veículos na antiga Estrada Rio São Paulo (BR465), o DNIT asfaltou a estrada do km 54 ao km 32, melhorando em muito a situação precária que se encontrava a rodovia.

Mas algumas das obras realizadas, deixaram a desejar, uma delas foi a colocação Guard Rail até o meio do viaduto, colocando em risco pessoas que circulam pela ponte como também motoristas desavisados. 

Neste último sábado houve uma perseguição policial a um bandido que tinha roubado uma carreta e um automóvel. O bandido perdeu a direção no viaduto, batendo no Guarda-Corpo do viaduto, arrancando com o impacto, grande parte desta proteção. “Agora moradores do Bairro Mutirão tem de escolher, em se arriscar a cair do viaduto, ou ser atropelado por um caminhão.” Disse um morador. 

O Guarda-Corpo é uma estrutura que tem como objetivo proteger os pedestres e funcionam como amortecedores do choque de veículos. São colocados em pontes e viadutos, com a ideia principal de garantir a segurança dos usuários em caso de acidente. Esses dispositivos de proteção são normatizados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de transporte (DNIT), no plano federal.

Moradores solicitam ao DNIT que tomem providencias urgentes, avisando que qualquer acidente com vitima o DNIT será responsabilizado. 

 

 

Faça o seu comentário