O advogado Paulo César de Faria, que defende Sara Winter, um dos alvos do malfadado inquérito das fake news, ingressou com uma notícia-crime contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Segundo o causídico, Moraes cometeu “abuso de autoridade” ao negar acesso aos autos da investigação. De fato, um absurdo inaceitável.

Assim, o ministro deverá ser enquadrado na Lei do Abuso de Autoridade.

Em suas redes sociais, Paulo Faria escreveu:

“Com satisfação que comunico a TODOS que apresentei NOTÍCIA-CRIME junto ao STF contra Alexandre de Moraes. Motivo: ofensa às prerrogativas deste advogado com base na lei 13.869/19,art. 32 c/c Art. 7, p. 12, do Estatuto OAB, por ABUSO DE AUTORIDADE. Relator: Min. Barroso. PET 9052.”

Confira:

Créditos Jornal da Cidade online

Faça o seu comentário