Moradores do Bairro Campo Lindo em Seropédica reclamam que a agua fornecida está cheia de Alevinos (Filhotes de Peixe) e que estão entupindo a rede de agua, dando mau cheiro porque entram em decomposição.

Hoje a Sra. Heloiza Morrot Bastos de 85 anos solicitou a CEDAE que manda-se uma equipe a sua residência na Rua Raul Alves nº 100 para verificar a falta d’água, e escutou o funcionário da CEDAE informar que não faltava agua, e que a rede estava entupida por Alevinos e barro e por isso não poderiam fazer nada. Então um morador da região achando isso um desaforo com uma idosa falou que a equipe só sairia da residência se o chefe da CEDAE comparece-se e desse uma solução para o Problema.

Mais tarde compareceu a Engenheira Chefe da CEDAE, Valéria Simões de Seropédica acompanhada por uma Viatura da Policia Militar, achando que os funcionários estivessem sendo presos na casa, mas tudo ficou esclarecido, na realidade eles queriam uma solução para o problema que se arrasta a muito tempo.  A Sra. Valéria explicou que a água fornecida para Seropédica é tratada quimicamente, somente não é filtrada, e a água fornecida é do Ribeirão das Lajes e não do Gundu.

Moradores discutem a possibilidade de entrarem na justiça solicitando solução para o problema, já que a água poderá causar danos à saúde de todos, como doenças no fígado (Hepatite) infecção intestinal, doenças no couro cabeludo e alergias por tomarem banho com água contaminada por bichos que caem na captação da água.

A CEDAE já perdeu ações públicas por causa do mesmo problema: (A Companhia Estadual de Águas e Esgotos – CEDAE foi condenada a pagar indenização, a título de danos morais, pelo fornecimento de água contaminada. A decisão é da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.  Allyne Silva dos Santos Costa, representando o filho menor de idade, e Raphael Silva dos Santos Amorim contam que, em agosto de 2007, foi detectada a contaminação da água encanada fornecida pela empresa ré, consistente em alto índice de coliformes fecais, estando imprópria para o consumo. Em razão da ingestão da água, os autores passaram mal, sofrendo dores abdominais, diarreia, cefaleia e falta de apetite.) fonte: http://jornal.jurid.com.br/materias/noticias/cedae-paga-indenizacao-por-agua-contaminada

Outro caso: (A Cedae terá que pagar R$ 4.150,00 por dano moral a uma consumidora que bebeu água contaminada devido a um vazamento de esgoto. A ingestão provocou náuseas, dores de cabeça e abdominais. Além disso, Kátia Cristina da Silva, autora da ação, estava grávida na época em que ocorreu o fato. A decisão é dos desembargadores da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, que mantiveram a sentença da 2ª Vara Cível do Fórum Regional de Alcântara. Tanto Kátia quanto a Cedae recorreram da decisão de primeira instância.)

Fonte:  http://tj-rj.jusbrasil.com.br/noticias/1020905/cedae-pagara-indenizacao-a-consumidora-que-bebeu-agua-contaminada