Veículo tinha sido alugado por um grupo de moradores de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para ir até um parque aquático em Barra do Piraí.

Um dos passageiros do ônibus que tombou na Via Dutra, em Paracambi, RJ, na manhã deste domingo (19), o estudante Mike de Oliveira Bispo relatou o que se lembra do momento do acidente, que matou três pessoas e deixou mais de 30 feridos.

“Perto ali do pedágio, chegando na Serra das Araras, o ônibus derrapou e a roda traseira foi saindo da pista. O motorista tentou recuperar e derrapou a roda da frente também. Aí ele tombou e foi se arrastando, até parar em cima do canteiro”, disse ele, que foi atendido no Hospital Flávio Leal, em Piraí.

O veículo tinha sido alugado por um grupo de moradores de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para ir até um parque aquático em Barra do Piraí. Procurada pelo G1, a empresa Divina Luz, proprietária do ônibus, não havia se pronunciado até a publicação desta reportagem.

“Fiquei calmo, só machuquei o braço, mas vi gente bem machucada, com o pedaço do corpo quebrado. Ajudei minha irmã e minha sobrinha, e fiquei esperando a ambulância”.

As vítimas foram levadas para hospitais em Nova Iguaçu, Seropédica, Paracambi, Volta Redonda e Piraí.

No Hospital Municipal Doutor Alberto da Graça, em Paracambi, foram socorridos quatro adultos e duas crianças. Oito pessoas deram entrada no Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, entre elas duas crianças.

No Sul do Rio, sete vítimas deram entrada no Hospital Flávio Leal, em Piraí. Outros cinco feridos – entre eles uma mulher gravemente ferida – foram levados para o Hospital São João Batista, em Volta Redonda.

Acidente com ônibus mata duas crianças e deixa feridos na Dutra, em Paracambi (Foto: Anderson Sobrinho/TV Rio Sul)

Acidente com ônibus mata duas crianças e deixa feridos na Dutra, em Paracambi (Foto: Anderson Sobrinho/TV Rio Sul)

 Maioria dos passageiros não usava cinto

Segundo um dos passageiros ouvidos pela equipe de reportagem da TV Rio Sul, a maioria dos ocupantes não usava o cinto de segurança.

Através de uma nota enviada pela assessoria de comunicação, o parque aquático para onde as vítimas seguiam manifestou solidariedade.

“O Aldeia das Águas Park Resort acordou em luto com a notícia do acidente envolvendo o ônibus de turismo. O que era para ser um dia de lazer e alegria, tristemente se transformou em uma manhã de dor. O parque lamenta profundamente o ocorrido, manifesta pesar e solidariedade às vítimas e às famílias”, diz o documento.

De acordo com a NovaDutra, o trecho chegou a ficar totalmente interditado para o socorro às vítimas no trecho, que contou com o apoio de um helicóptero da PRF. O congestionamento chegou a 4 km.

Ônibus com 36 pessoas tombou na Dutra, em Paracambi; duas crianças e um jovem morreram (Foto: Arte G1)
Fonte: G1

Faça o seu comentário