Um situação revoltou moradores da cidade de Varginha, em Minas Gerais. No último sábado (8), o recepcionista de um hotel da cidade foi agredido fisicamente por um cliente que se negava a ter a temperatura aferida, medida altamente recomendada durante a pandemia.

O que o cliente agressor não contava era que seria confrontado pelo funcionário, que revidou os ataques. Toda a confusão foi gravada pelo circuito de segurança e viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (11).

Nas imagens, o recepcionista surge com o termômetro  sobre o balcão e, logo em seguida, podemos ver o cliente aparentando estar irritado. Logo após, o agressor anda em direção a porta, porém, retorna, pega um pedestal e o atira em direção ao funcionário do hotel.

Em seguida, o cliente parece ter a intenção de deixar o estabelecimento, mas retorna, arremessa uma embalagem de álcool em gel no funcionário, invade a área da recepção e consegue atingir o profissional com três socos.

Inicialmente, o rapaz apenas se defende, porém, a intensidade das agressões cada vez maiores fazem com que ele passe a revidar. Nesse momento, uma mulher adentra o hotel e puxa o agressor para fora, em seguida os dois fogem de carro.

No boletim de ocorrência, o funcionário agredido afirmou ter sofrido ameaças do agressor no telefone do hotel. O agressor se apresentou na delegacia e deu sua versão. “O homem, de 30 anos, disse que sempre frequenta o local e não conhece o recepcionista. Ele teria sido tratado com grosseria pelo atendente, que ainda exigiu pagamento adiantado”.

Procurado pela imprensa, a administração do hotel preferiu não se pronunciar a respeito do caso.

Faça o seu comentário