A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) apresentou, por meio de seu site, a ordem do dia dos trabalhos na próxima terça-feira. Como havia antecipado o presidente da Casa, Jorge Picciani, a alienação da Cedae será mesmo debatida no dia 7 de fevereiro. Essa, porém, não deve ser a única discussão do caso. Como o projeto deve receber emendas, a tendência é que ele saia de pauta. A intenção de deputados governistas é de recolocar o projeto em votação única na próxima quinta-feira.

Agora pensando bem, porque que todas as empresas estatais depois de vendidas dão lucros milionários e na mão dos governistas vão a falência? Olha que aconteceu com a Petrobras, descobriram depois de muitos anos que existia desvio do dinheiro para campanhas políticas. E porque a CEDAE não dá lucro? Bom com certeza não é por culpa de seus funcionários de campo, que fazem de tudo para a população ter uma agua de qualidade.

Nestes últimos dias está sendo compartilhado nas redes sociais um áudio, onde um sindicalista avisa que o Sindicato vai decretar greve na CEDAE, com a paralização do oferecimento de agua. Neste caso o Rio de Janeiro irá parar, empresas, bares, restaurantes, principalmente os serviços essenciais como hospitais, fórum delegacias. Será que esta é a única forma de o governo voltar atrás na venda da CEDAE??

“Já pensaram se todos os serviços essenciais do Brasil foram para mão de forças estrangeiras? O que acontecera em caso de guerra com algum país desse? Cortam agua, luz, telefone e aí? Políticos, pensem bem no que estão fazendo!!” Destaca Luiz Calderini.

 

Faça o seu comentário