Ignácio Enrique Rojas Acuña e Gonzalo Sebastián Gutierrez Ruiz, de 24 anos, foram acusados de tentativa de roubo e agressão na Lapa, no último dia 10. Família não conseguia contato com os dois desde o dia 9

Chilenos que eram dados como desaparecidos foram presos na Lapa por suspeito de roubo tentado
Dois chilenos dados como desaparecidos pela família foram localizados pela Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) presos na Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste. Ignácio Enrique Rojas Acuña e Gonzalo Sebastián Gutierrez Ruiz, de 24 anos, são suspeitos de tentativa de roubo e agressão na Lapa, no último dia 10.
A informação do desaparecimento foi dada pelo RJTV, da TV Globo, e confirmada pelo DIA. O último contato de Ignário e Gonzalo com a família foi no dia 9. No mesmo dia, eles enviaram para os familiares vídeos que mostrava a movimentação na Lapa, local onde foram presos.
Após o registro de desaparecimento feito na DDPA, feito por um guia turístico amigo da família, a especializada localizou os dois chilenos presos desde o último dia 10. Eles são acusados de roubo tentado.
De acordo com o Lapa Presente, frequentadores do bairro acionaram os policiais após presenciarem a tentativa de roubo, onde a vítima foi agredida com garrafadas e socos. Ignário e Gonzalo foram identificados e localizados próximo ao local e tentaram fugir. Detidos, os policiais encontraram dois celulares com eles e R$ 175. O caso foi registrado na 5ª DP (Mem de Sá) como roubo tentado.
Fonte: O DIA

Faça o seu comentário