Na tarde desta sexta-feira (22), a Secretaria de Suprimentos e a Procuradoria da Prefeitura de Seropédica realizaram a “Tarde Rosa” em comemoração ao “Outubro Rosa”, mês dedicado à conscientização e campanha de combate ao câncer de mama e do colo do útero.

A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar as informações e promover ações de conscientização, prevenção e diagnóstico precoce da doença.

A abertura do evento foi realizada pela Secretária de Suprimentos Edilaine Graciano Evangelista, que deu boas vindas a todos e falou da importância do Outubro Rosa. Em seguida passou a coordenação do evento para o Secretário de Comunicação Alexandre Rafael.

A Chefe de Gabinete, Eide Aparecida, a Natalia da Procuradoria e a Subsecretária de Sistemas e Serviços de Saúde, Jeany Oliveira, destacaram a importância do autoexame de mama, para prevenir e diagnosticar precocemente o câncer de mama. Este exame também pode ser feito por homens, já que também podem sofrer com este tipo de câncer, apresentando sintomas semelhantes. “Prevenir ainda é o melhor remédio” Destaca Jeany.

As cantoras Mércia e Marcela cantaram músicas gospel, arrancando aplausos de todos os presentes, tanto pela voz magnifica quanto as músicas escolhidas para este encontro.
Entre as apresentações foi realizado alguns sorteios de brindes doados pelo comercio local, para as mulheres presentes no evento.

Logo a seguir a Primeira-dama, Isabel Ribeiro, destacou a importância do diagnóstico precoce da doença. “O mês de outubro é destinado à conscientização sobre a importância de as mulheres cuidarem do seu corpo, assim como alertar sobre os benefícios do diagnóstico precoce do câncer de mama, e alertou as mulheres sobre a necessidade do cuidado diário. O diagnóstico precoce auxilia no tratamento da doença e aumenta os índices de cura”.

Em suas palavras Isabel Ribeiro parabenizou a equipe que realizou este evento e frisou que na sua família tem uma pessoa que está passando por esta doença, que foi descoberto através de exames periódicos realizados no ano passado. Por isso nós mulheres temos de fazer o autoexame, e não ter vergonha de se tocar. Sentindo alguma diferença no seu seio procure um médico. Aproveito o momento para dizer que estou muito feliz, na próxima terça-feira vai chegar um caminhão com tomógrafo móvel para fazer exame de imagem gratuitamente para quem precisar. Outra notícia boa é que em janeiro será inaugurado em Seropédica um Centro de Imagem”. 

Em seguida foi apresentação da Cantora Camila Deola, que cantou duas músicas que embalou os presentes, sendo muito aplaudida, e recebendo pedido de bis.

Em seguida a Vereadora Rose Alves falou que o câncer de mama não é somente doença de mulheres, e que os homens também podem ter, e devem se cuidar.

O ponto alto do evento foi o depoimento de Andréa Valeria, que falou que foi diagnosticada com câncer de mama, fala sobre seu tratamento, e de sua cura pela fé. “Deus é bom, ele me socorreu, ele levantou um exército para lutar junto comigo, sempre que puder vou glorificar o seu santo nome do senhor, que me salvou. Andréa pediu para todos que sejam sensatos, que a trajetória de quem tem câncer de mama é longa e sacrificante, por isso se cuidem”, disse Andréa.

A Palestra foi ministrada pela Enfermeira Isabela Brasil, que falou sobre a importância da prevenção, conscientização do toque e do exame de mamografia. “O câncer de mama é o tipo de câncer mais frequente na mulher brasileira. Nesta doença, ocorre um desenvolvimento anormal das células da mama, que se multiplicam repetidamente até formarem um tumor maligno. O sintoma do câncer de mama mais fácil de ser percebido pela mulher é um caroço no seio, acompanhado ou não de dor. A pele da mama pode ficar parecida com uma casca de laranja; também podem aparecer pequenos caroços embaixo do braço. Deve-se lembrar que nem todo caroço é um câncer de mama, por isso é importante consultar um profissional de saúde. Toda mulher com 40 anos ou mais de idade deve procurar um ambulatório, centro ou posto de saúde para realizar o exame clínico das mamas anualmente, além disso, toda mulher, entre 50 e 69 anos deve fazer pelo menos uma mamografia a cada dois anos. O serviço de saúde deve ser procurado mesmo que não tenha sintomas! É o exame das mamas realizado por médico ou enfermeiro treinado para essa atividade. Neste exame poderão ser identificadas alterações nas mesmas. Se for necessário, será indicado um exame mais específico, como a mamografia, que é um exame muito simples que consiste em um raio-X da mama e permite descobrir o câncer quando o tumor ainda é bem pequeno”. Destaca Isabela Brasil.

Fotos: Luiz Calderini e Bianca Aguiar