Subprefeitura da Barra, Recreio e Vargens (atualmente Superintendência da Barra) foi atingida na manhã desta quarta-feira, 24/07, por um incêndio. A Subprefeitura fica localizada na Ayrton Senna, 2001, próximo à Cidade das Artes.

Uma enorme quantidade de fumaça tomou conta do prédio. O incêndio teria começado na caixa de luz. Bombeiros do quartel da Barra da Tijuca, que fica no mesmo centro administrativo, foram acionados às 9h10 para o local. Não há informações de feridos.

Coincidentemente, na última segunda-feira, 22/07, foi exonerado o então Superintendente da Barra Flávio Caland. Uma matéria d’O Globo desta quarta diz que enquanto comandava a Barra, Caland passou mais tempo em Miami do que no Rio de Janeiro. Teriam sido 91 dias nos EUA e apenas 74 no Rio. E olha que ele recebia um salário de cerca de R$ 15 mil mensais, totalizando R$ 102.508 que saíram dos cofres públicos por 7 meses de trabalho em 2019, além de 20 mil de férias.

O Globo também diz que Flávio Caland está nos EUA desde 13/05 e que não voltou até agora ao Rio de Janeiro. Ele teria aberto uma padaria em Orlando, a Super Deli Bakery, na Maguerie Road, 2910. Para o especialista ouvido pelo O Globo, o caso se caracterizaria como enriquecimento ilícito.

Updateincêndio teria sido causado por um camelô que ficou insatisfeito com uma ação de controle urbano no dia anterior, 23/07, e que teria apreendido seu material. Ele mandou todo mundo sair da repartição e jogou três “coquetéis molotov”. O mesmo foi preso.

Fonte: Diário do Rio