Foi Celebrada Santa Missa pelo Frei Jose Anchieta Varela, na Igreja São Sebastião, da Vila do Abraão na ilha Grande. Uma Igreja linda com uma arquitetura toda em madeira trabalhada.

“Se o teu irmão pecar, repreende-o. Se ele se converter, perdoa-lhe. Se ele pecar contra ti sete vezes num só dia, e sete vezes vier a ti, dizendo: ‘Estou arrependido’, tu deves perdoá-lo” (Lucas 17,3-4).

No Evangelho de hoje, temos três ensinamentos de Jesus. Bem práticos à nossa vida cotidiana, aos nossos relacionamentos e tudo aquilo que vivemos inseridos na sociedade. O primeiro deles é evitar o escândalo. O que é o escândalo? É aquilo que fazemos e causa pecado no outro e o leva a pecar.

Devemos de todas as maneiras evitar escandalizar o outro, tendo comportamentos e atitudes que não edificam o próximo, ou seja, é preciso vigilância sobre os nossos atos, sobre aquilo que nós fazemos. Muitos podem pensar: “O outro não tem nada a ver com a minha vida”. Tem! Se a nossa missão é testemunhar, não podemos ser um contratestemunho do Evangelho, daquilo que cremos e acreditamos.

A segunda coisa é a necessidade do perdão, como regra fundamental de vida. O Evangelho, hoje, ensina-nos que antes do perdão existe a chamada: correção fraterna, correção com amor, a correção com a caridade. “Se o seu irmão pecar, corrige-o. Se ele se converter por aquilo que cometeu, perdoa-lhe, mas se o seu irmão sete vezes no dia pecar contra ti e sete vezes pedir perdão, não negue jamais o perdão a ele” 

Homilia do Frei Jose Anchieta Varela da Diocese de Nova Iguaçu

História da Igreja São Sebastião

A igreja de São Sebastião tem o mesmo nome do santo padroeiro do Rio de Janeiro e todo dia 20 de janeiro, os moradores da ilha, festejam este dia especial com muita alegria. Comemora-se, além da festa de São Sebastião (padroeiro da Vila do Abraão), a Páscoa (Semana Santa), festa de São Pedro e o Natal.

As missas acontecem todos os domingos às 9 e as 19h, sábados às 19h e quartas-feiras as 06h45. A Diocese responsável pela Paróquia de São Sebastião fica em Itaguaí e quem celebra as missas é o Frei Luiz.  Telefone da casa paroquial: (24) 3370-5715.

A igreja de São Sebastião tem mais de 150 anos de existência. Foi construída antes da visita de D. Pedro II a então Fazenda do Holandês (hoje, Vila do Abraão). O Imperador chegou dia 5 de dezembro de 1863 na Praia das Palmas, para liberar o comando de sua embarcação ao prático que lá vivia, e este, conduziu-a até ao Abraão onde pernoitaram, por causa do mar revolto. Sua Majestade passa a noite na Fazenda do Holandês e no dia seguinte, antes de prosseguir viagem, dá uma contribuição para a construção da porta principal da igreja, que até então, só possuía a porta lateral.

São Sebastião é santo protetor da humanidade contra a fome, a peste e a guerra. Foi um dos muitos soldados romanos que por sua fé em Jesus foi martirizado. Seu pai era militar e nobre e ele quis seguir a carreira do pai, chegando a ser capitão da primeira corte de guarda pretoriana. Mas o Imperador descobriu que ele era Cristão, e por isso foi martirizado, sendo crivado de flechas. Dado como morto, as suas feridas foram tratadas pela viúva de outro santo, Cástulo, e ele conseguiu sobreviver.

Edição de matérias sobre Seropédica e atualidades.

Faça o seu comentário