Foi realizado neste domingo (21), Santa Missa, na Matriz de Santa Teresinha, Bairro Piranema em Itaguaí, celebrada pelo Padre Jairo Sampaio Santana.

Neste dia mundial das missões, somos convidados a fortalecer o nosso ideal de discípulo missionário, motivado por estas palavras de Jesus: “Ide por todo o mundo, proclamai o evangelho a toda criatura.

Anunciar o evangelho é anseio de todo àquele que deseja viver e transmitir a sua fé. É o amor a Deus, que motiva milhares de missionários e missionários, a fazerem às vezes de Jesus no mundo, levando ao outro a sua proposta de vida nova, possibilitando-o conhecer a verdade que liberta.

Como anunciadores da Boa nova do Reino, que caminha dentro do espírito da fé e do compromisso com a igreja missionária, somos convocados a dar continuidade à missão de Jesus, reafirmando com o nosso testemunho, a nossa adesão ao projeto de Deus!

O mundo está cheio de conflitos, necessitando urgentemente de mais diálogo, de pessoas corajosas que assim como Jesus, não desiste do humano, pessoas que não se curvam diante os desafios porque acreditam na ação libertadora de Jesus!

“O Filho do Homem veio para dar a sua vida como resgate para muitos”

Em sua Homilia o Padre Jairo fala que: “Tiago e João se acharam no direito de serem destacados dos demais, e suplicaram a Jesus que lhes concedessem a honra de sentar um a direita e outro a esquerda de Jesus em seu trono de glória eterna”.

No evangelho que a liturgia de hoje nos apresenta, os discípulos Tiago e João, demonstrando não desassociar o reino de Deus dos reinos do mundo, fizeram a Jesus um pedido: “Deixa-nos sentar um à tua direita e outro à tua esquerda, quando estiverem na tua glória”. Jesus responde: “Vós não sabeis o que pedis! “Por acaso podeis beber o cálice que vou beber?” “Podeis ser Batizado com o Batismo com que vou ser Batizado?” Eles responderam: podemos.” Certamente, Tiago e João, responderam sem entender o significado destas duas perguntas de Jesus, não haviam compreendido, que o cálice a que Jesus se referia, era o seu sofrimento, e o Batismo, o sangue derramado por nós cruz.

Até então, eles não tinham uma consciência clara de que para estar na gloria com Jesus, era preciso que eles percorressem o mesmo caminho que Jesus percorreria, o caminho que o levaria cruz. Jesus aceita a resposta dos dois irmãos, pois Ele sabia, que mesmo respondendo sem entender, Tiago e João, mais tarde, beberiam de fato do cálice que Ele bebeu, o cálice do sofrimento, o que aconteceu tempos depois. Tiago, foi o primeiro dos apóstolos a se tornar mártires (At12) o que aconteceu depois com João, os dois, deram a vida pelo o evangelho.

Será que nós, comunidade de fé, estamos dispostos a beber o cálice que Jesus bebeu, isto é, a passar pelo o sofrimento que Ele passou para chegarmos à glória do céu?
Para nós, Beber o cálice que Jesus bebeu, é passar pelo o sofrimento da cruz sem perder a fé. Podemos dizer que este é o grande desafio do seguidor de Jesus, o termômetro que mede o grau da sua fé!

O Ministério de Musica: Banda Eterna Salvação

Fotos: Iony Calderini

No final da Santa Missa foi servido um delicioso almoço

 

 

 

 

Faça o seu comentário