A Reforma da BR 465 em Seropédica tem causado vários prejuízos a motoristas que trafegam pela antiga Estrada Rio São Paulo principalmente à noite.

Vários trechos desta rodovia mal iluminada, com falta de sinalização, têm trazido prejuízos a muitas pessoas que por ali trafegam. Para entender melhor, o DNIT criou um funil na saída do viaduto em cima da linha férrea em direção ao Rio de Janeiro. O motorista que não conhece a região ao sair do viaduto se choca em um Guard Rail que faz divisória de pista.

Até hoje os moradores de Seropédica estranham é que a antiga Estrada Rio São Paulo tem uma Alça do Pedágio onde é cobrado uma taxa muito alta para usar está rodovia, que não tem manutenção nenhuma pela CCR Nova Dutra, que controla o pedágio.

Outro problema grave é que o DNIT colocou uns Tachões muito altos como divisória de pista que tem causado acidentes com risco de vida, principalmente com motociclistas.

Na manhã desta terça-feira (24), foi iniciado a retirada da carreta que se acidentou nesta última segunda-feira (23). Foi usado dois reboques para retirada da caçamba, criando um engarrafamento enorme. O serviço foi feito em partes para desafogar o trânsito que ficou com mais de 10 km engarrafado em uma pista.

O caminhoneiro teve um prejuízo enorme com cerca de dez pneus rasgados, cubo de freio quebrados, e vários amassados, e estragos na parte mecânica da carreta. Agora pergunto; quanto tempo este motorista vai precisar trabalhar para recuperar seus prejuízos?

Acredito que todas as pessoas que tiveram prejuízos nesta estrada por causa de obra malfeita, e entrar na justiça, o DNIT vai corrigir o que está errado.

Colaborou com está matéria e com Fotos e Vídeo Marcelo Cotta