Orientação do órgão é para destruir a correspondência e não acessar o endereço eletrônico indicado no documento

Diferentemente dos golpes tradicionais, em que falsas mensagens chegam por e-mail, os golpistas agora estão utilizando cartas para enganar os contribuintes.

Segundo a Receita Federal, o contribuinte recebe por correspondência uma intimação para regularização de dados cadastrais. A carta informa um endereço eletrônico para que os dados sejam atualizados.

 O contribuinte precisa ficar atento, pois o endereço informado não tem nenhuma relação com o site da Receita (idg.receita.fazenda.gov.br), apesar de conter a marca da instituição. “A carta é uma tentativa de golpe e não é enviada pelo órgão nem tem sua aprovação. A orientação ao contribuinte é que, caso receba esse tipo de correspondência, destrua a carta e jamais acesse o endereço eletrônico indicado”, alerta a Receita.

A Receita informa que o único dado bancário que o contribuinte precisa informar são os referentes à conta para fins de débito automático ou depósito de restituição do Imposto de Renda. Em ambos os casos, a informação é fornecida na Declaração do Imposto de Renda.

Faça o seu comentário