O Projeto é uma ação Arte Ecológica, que tem por objetivo, integrar a comunidade através de ações socioculturais e ambientais que visam o resgate do senso de pertencimento e valorização do território, fomentando ações de ecoturismo, artísticas e de economia sustentável através dos recursos hídricos, levando em consideração três pilares: responsabilidade ambiental, economia sustentável e vitalidade cultural.

Vejam o vídeo abaixo a entrevista com a Professora Dani Luz, realizada pelo Professor Cris Mariotti acerca das atividades realizadas no Pantanal Iguaçuano no Bairro de Lagoinha, divisa entre os Municípios de Nova Iguaçu e Seropédica.

Na primeira live realizada neste último sábado (28/03), ela fala de como a arte e a educação tem transformado a auto estima e o olhar da comunidade diante do patrimônio cultural e imaterial em que estão inseridos. Dani Luz menciona também a importância do trabalho em equipe para a concretização do projeto e a construção do de um conceito construído na interação com a comunidade para que atenda às reais necessidades dos moradores.

Dani ressalta ainda, a importância da participação das mulheres e crianças para a construção da identidade do Mapa Afetivo Local. O projeto é desenvolvido juntamente com a parceria de Edson Monteiro que é responsável pelo planejamento logístico do local bem como o guiamento das visitas no Pantanal.

O projeto que vem sendo realizado há menos de um ano, já conta com a próxima atração, a criação de um Eco Museu vivo que promete tocar de maneira positiva todos os Bairros adjacentes e visitantes. As ações, já modificaram a paisagem local e atrai público de todas as idades e regiões, incluindo a região dos Lagos. Em breve acontecerá a segunda parte da entrevista, onde serão abordados outros pontos chaves das ações. A entrevista encontra-se no link: