Entre coleiros, canários e trinca-ferros, havia um filhote de tucano, ainda sem penas. Agentes disseram que detido já foi preso outras vezes por tráfico de animais.

A Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem, de 56 anos, e apreendeu 230 aves dentro de um carro, no domingo (22) em Seropédica, na Baixada Fluminense. Entre os pássaros apreendidos havia um filhote de tucano ainda sem penas.

Nenhuma das aves tinha anilhas e nem o homem tinha documentação que permitia a posse dos animais. Entre as espécies havia canários, coleiros e trinca ferros. O filho de tucano estava debaixo do banco do carona.

“Esse filhote de tucano estava na apreensão. Vocês podem ver que nem abrir o olho ainda ele abriu. Está sem nenhuma pena”, disse o policial rodoviário.

Os agentes da PRF faziam um patrulhamento na BR-116, quando abordaram o carro na altura de Seropédica. Segundo a PRF, o motorista ficou nervoso com a presença dos policiais. E quando os agentes fizeram uma busca no veículos encontraram as aves.

“Ele é um traficante conhecido também. Não é a primeira vez que ele é pego. A legislação ambiental no nosso país , infelizmente, ainda tem que evoluir”, disse um policial.

De acordo com a PRF, algumas aves estavam machucadas. Antes de serem soltas, elas foram levadas para tratamento veterinário. Alguns animais estavam ofegantes e com fome. A maioria das aves foi solta, mas algumas não resistiram e morreram.

O policial pede para que as pessoas não comprem animais sem a devida documentação.

“Quero aproveitar a oportunidade para sensibilizar as pessoas. Não comprem, de forma alguma, aves ilegais. De forma alguma. É isso que financia o tráfico de animais”, disse o agente.