Em patrulhamento pela estrada Rio São Paulo nesta segunda-feira (18), Policiais da PRF foram avisados por populares que um homem estava tentando cometer suicídio na Ponte do Rio Guandu em Seropédica. 

Imediatamente os Policiais entraram em contato com o Corpo de Bombeiros de Seropédica e avisaram do ocorrido. Os policiais Rodoviários, Everson e Henrique Nunes imediatamente desceram pela lateral da ponte do Guandu, tiraram o coturno e conseguiram distrair Luiz Fernando até a chegada dos Bombeiros.

O interessante nesta história é o dialogo travado entre o 1º Sargento Jesus do Corpo de Bombeiros e Luiz Fernando: “Fernando, de todos os Bombeiros do Rio de Janeiro, olha quem veio falar com você, então Fernando leu na roupa do Bombeiro “Jesus”, neste momento o Bombeiro Jesus falou, posso me aproximar de você? Fernando então aceitou, o Policial Everson se afastou de Fernando e deu lugar ao Bombeiro Jesus. Jesus se aproximou, estava amarrado pela cintura com uma corda. (Se Fernando pulasse o Bombeiro pularia atrás, mesmo com a correnteza do Rio Guandu, da mesma forma o Policial Rodoviário iria fazer, pular para salvar Fernando). Continua o diálogo: Com muito custo o Bombeiro tentava tirar da cabeça dele de pular na correnteza e falou para Fernando, olha rapaz o que vai acontecer, você pula e eu vou pular atrás, e provavelmente o Policial vai pular também para te salvar, e o que pode acontecer, nós acabaremos morrendo e você vivendo, e como vai ficar sua consciência? O rapaz ficou pensativo, e se deixou levar até a beirada do rio, mas de repente tentou pular no Guandu mas foi contido.”

Bonito trabalho de equipe, entre Bombeiros e PRF, arriscam a vida sem conhecer a pessoa que certamente será salva. Merecem uma medalha.

O Suicídio

Um problema de saúde pública que vive atualmente a situação do tabu e do aumento de suas vítimas é o suicídio. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas.

A esperança é o fato de que, segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta.

Mas como buscar ajuda? Se nem a pessoa sabe que ela pode ser ajudada, e o que ela passa naquele momento é mais comum do que se divulga. Ao mesmo tempo, como é possível oferecer ajuda a um amigo ou parente se também não sabemos identificar os sinais e muito menos temos familiaridade com a abordagem mais adequada?

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e voip 24 horas todos os dias.

https://www.cvv.org.br/

Lembre-se, todos nós somos irmãos em Cristo, não podemos julgar e sim ajudar a salvar uma vida.