Suspeitos estavam separados em dois carros que foram abordados em pontos diferentes da rodovia. Estrangeiro foi parado em Piraí e os outros, em Seropédica, na Baixada Fluminense.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 50 kg de maconha e prendeu um paraguaio e três brasileiros na noite de quarta-feira (1º), na Via Dutra. Os suspeitos estavam separados em dois carros, que foram abordados em pontos diferentes da rodovia: em Piraí, no Sul do Rio; e em Seropédica, na Baixada Fluminense.

O primeiro a ser preso foi o paraguaio, que tem 41 anos. Ele estava sozinho no veículo, onde foi encontrada toda a droga. O automóvel, com placa de Toledo (PR), foi parado na altura do km 227, na descida da Serra das Araras, em Piraí. Segundo a PRF, os agentes suspeitaram dele, que “apresentou nervosismo e não soube explicar muito bem o motivo da viagem”.

“Desta forma, foi realizada revista no interior do veículo, sendo encontrados 69 tabletes de maconha, que após perícia constatou-se peso total de 52,097 kg da droga; sendo dada voz de prisão ao indivíduo por tráfico de drogas”, explicou a PRF.

Durante a abordagem, os policiais observaram que o celular do suspeito paraguaio tocava a todo momento e que o número que ligava tinha código de área do Espírito Santo. Isso gerou uma suspeita de que haveria batedores — criminosos que vão na frente, em outro veículo, para avisar se o caminho está livre para que ele pudesse passar com a droga.

Os policiais, então, alertaram a equipe da PRF em Seropédica. Os agentes da Baixada Fluminense abordaram um carro com três suspeitos, sendo dois de 20 e 26 anos, naturais do Espírito Santo, e um de 22, de São Paulo, que estava dirigindo. Assim como o paraguaio, os três brasileiros também ficaram nervosos e não souberam explicar o motivo da viagem. A PRF verificou no sistema que todos tinham antecedentes criminais.

Ainda de acordo com a polícia, ao revistar o interior do veículo, a equipe encontrou rádios comunicadores no porta-luvas. Também foi constatado que o telefone que ligava “insistentemente” para o paraguaio era o mesmo número do celular do motorista.

Eles foram presos por associação ao tráfico de drogas. Todos os quatro suspeitos, os veículos e os 52 kg de maconha foram encaminhados delegacia de Piraí, onde o caso foi registrado.

Fonte: G1