As consequências do lixo e entulhos em vários cantos da Cidade de Seropédica vai além do mau cheiro, com a proliferação de moscas, ratos e baratas e a poluição do ar, do solo e da água.

O lixo urbano continua sendo um grande desafio para que Seropédica se torne a “cidade dos sonhos”. Em vários pontos da cidade, entulhos e lixo acumulados se tornaram um verdadeiro lar para ratos, baratas, urubus e pombos. A prefeitura tem feito recolhimento dos entulhos logo no início da gestão do Prefeito Anabal, mas em breve a prefeitura irá multar quem emporcalha a cidade, conforme Código de Postura de Seropédica.

A realidade mostra que o “problema” se transformou em “normalidade”. As consequências vão além do mau cheiro, com a proliferação de moscas, ratos e baratas e a poluição do ar, do solo e da água. E para que a cabeça dos transeuntes não se torne um vaso sanitário para os pombos é preciso um olhar de 360 graus por onde passam.

Os impactos ambientais causados pelo descaso de alguns moradores que cismam em colocar o entulho nas calçadas e deixar a “Deus Dará” são diversos, os danos são incalculáveis. O prejuízo do lixo jogado nas calçadas ou nos lotes vazios pode atingir diretamente a água, o solo, o ar, a atmosfera e, principalmente, a qualidade de vida do cidadão. 

 A prefeitura não tem obrigação de recolher o entulho jogado nas calçadas, a obrigação parte do proprietário do imóvel. Ao construir ou reformar, o proprietário do imóvel tem de colocar no orçamento da obra, o recolhimento do resíduo. O entulho não pode ser jogado em qualquer lugar, para isso o proprietário tem de entrar em contato com a Secretaria de Obras e informar que tem entulho para ser jogado fora. A secretaria ira informar onde será o destino final deste entulho.

Hoje foi feito limpeza na Rua 8 e Rio das Flores, Bairro Fazenda Caxias e Bairro Boa Esperança.

 

 

 

Faça o seu comentário