A Prefeitura de Seropédica através das Secretarias de Saúde e Defesa Civil, Serviços Públicos, Assistência Social e Direitos Humanos, Segurança e Ordem Pública foram socorrer as vítimas do alagamento causado pelo estouro da Adutora da Cedae.

O Prefeito de Seropédica Professor Lucas, esteve no local colocando a Prefeitura para dar toda assistência necessária para as pessoas que tiveram suas casas invadidas pela agua. A Vice-prefeita e Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Vandrea Furquim, esteve com sua equipe fazendo levantamento dos prejuízos causados pela inundação, onde será encaminhada a Cedae para ressarcirem os prejuízos dos moradores. 

Os Vereadores Luciana Alves, Huguinho, e Nando Paixão estiveram no local 

Tempo de Falta de Água

Durante a operação, o abastecimento ficará parcialmente reduzido em Nova Iguaçu (parte) e Seropédica; em bairros da Zona Oeste (exceto Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá); Zona Norte (Engenho da Rainha, Del Castilho, Higienópolis, Bonsucesso, Leopoldina, Cajú, Rocha, Benfica, Riachuelo, Sampaio Corrêa, São Francisco Xavier, Triagem, Manguinhos e em parte da Ilha do Governador) e no Centro (parte) do Rio.

O serviço está previsto para ser concluído até as 04 horas desta segunda-feira (05/07).
 
O sistema será retomado logo após a conclusão do serviço e a previsão é de que o abastecimento esteja normalizado em até 24 horas. Moradores de imóveis que dispõem de sistema de reserva (caixas d’água e/ou cisterna) não devem sofrer desabastecimento. Mesmo assim, a Companhia pede que os clientes usem água de forma equilibrada e adiem tarefas não essenciais que exijam grande consumo de água. Vale informar que clientes podem solicitar o abastecimento por carro-pipa pelo 0800-282-1195.

Perigo do rompimento da Adutora no Centro de Seropédica

A Adutora da Cedae constantemente tem rompido, causando falta de água para os moradores de Seropédica e região. O maior problema é o perigo que ela representa pelo tempo que foi construída, podendo romper com aumento do pico de pressão de água.

A Adutora passa pelo centro de Seropédica, por baixo da Praça Nildo Romanos onde existe vários quiosques. O Seropédica Online vem registrando nos seus 14 anos de existência os vários rompimentos desta tubulação que já perdeu seu prazo de validade. A pressão de água mais resíduos de arreia que passam em alta velocidade por dentro das Adutoras tem corroído a chapa, tirando sua capacidade de aguentar alta pressão. O medo de muitos moradores é que haja o rompimento da Adutora e inunde os Bancos, Caixa e Bradesco que vivem cheios de pessoas.  A Cedae precisa fazer uma vistoria do desgaste das Adutoras antes que aconteça uma tragédia como aconteceu no Mendanha em Campo Grande no RJ.

História

A Unidade de Tratamento de Água (UT) Ribeirão das Lajes foi inaugurada em 1949. Sua construção se deu com o objetivo de suprir o abastecimento público do Rio de Janeiro, já que se vivia um período de rigorosa estiagem. No entanto, para atender a toda a demanda de água, seria necessária a construção do Guandu 6 anos depois. Atualmente, a UT Ribeirão das Lajes é responsável pelo abastecimento de até 1.800.000 habitantes, operando com uma vazão média de 5.100 L/s.

Logo Cedo

Primeiras Fotos