Alvo de reclamações dos motoristas por causa da falta de segurança, o Arco Metropolitano receberá reforço no patrulhamento. A Polícia Militar do Rio de Janeiro anunciou que passou a mobilizar três unidades operacionais da Corporação na Baixada Fluminense para a rodovia, dando apoio à Polícia Rdoviária Federal. Sob a coordenação do 3º CPA (Comando de Policiamento de Área), o planejamento contempla o trecho da rodovia federal entre a Rodovia Washington Luiz e a entrada de Itaguaí, na antiga Rio-São Paulo.  

De acordo com a Polícia Militar, reforço conta com a participação de agentes do 15º BPM (Caxias), 20º BPM (Mesquita) e 24º BPM (Queimados). As equipes buscam prevenir as ocorrência de roubos de carga e veículos, consideradas as modalidades criminais de maior incidência na localidade. Outra ação prevista é a abordagem de carros considerados como suspeitos.

O reforço no policiamento auxiliará a PRF na repressão a vândalos, que, ao longo dos últimos anos, vêm danificando e furtando equipamentos, como postes e placas. 

O comandante do 3º CPA, coronel Ranulfo Souza Brandão Filho, acredita que os resultados do apoio da Polícia Militar à PRF serão demonstrados em poucos meses com a redução de incidência criminal no trecho da rodovia. Como exemplo, o comandante lembrou que  policiais do 15º BPM e do 20º BPM interceptaram na última quarta-feira um veículo Chevrotet Onix, prendendo dois criminosos armados com um simulacro e uma carga de cigarros roubada.

“Nossa parceria com a PRF nas rodovias Presidente Dutra e Washington Luiz reduziu muito a incidência criminal e devolveu a sensação de segurança aos usuários”, disse.

Faça o seu comentário