Santa Missa de encerramento da Semana Santa, realizada neste domingo (21), na Paroquia Nossa Senhora das Graças, Comunidade do Cruzeiro.

No início da Missa o Padre Paulo Sergio fala que este dia, é um dos mais importantes para o catolicismo, o Domingo de Páscoa, que encerra a Semana Santa e exalta a vida, amor e misericórdia através de solenidades em homenagem à ressureição de Jesus Cristo.

No evangelho deste Domingo de pascoa fala que Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido tirada do túmulo. Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.

Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.

Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou. De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos. “De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos” 

Em sua homilia o Padre Paulo Sergio fala que Maria Madalena, Pedro, João e todos aqueles que foram ao túmulo não encontraram o corpo do Senhor. “Num primeiro momento, a surpresa, o medo e o temor tomaram conta do coração deles. O problema não era o túmulo estar vazio, mas é a cabeça não estar aberta para compreender o que a Sagrada Escritura já havia anunciado, predito, e que, agora, estava acontecendo. A verdade é uma só: Ele está vivo”.

Celebrando a Páscoa de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Ele vem para abrir a nossa mente, o nosso coração, para que em nós entre a Palavra d’ele e façamos a experiência com o Ressuscitado.

“Precisamos proclamar aquilo que conhecemos, precisamos anunciar aquilo que experimentamos. Hoje, precisamos experimentar Jesus vivo e ressuscitado. Precisamos deixar no túmulo tudo aquilo que causa morte em nós, tudo aquilo que tira a nossa esperança, abala a nossa fé e nos deixa desanimados, porque o Senhor está vivo, Ele está no meio de nós”.

“Precisamos deixar, no túmulo, tudo aquilo que tira a nossa esperança, porque o Senhor está vivo”

Queremos adorá-Lo, queremos amá-Lo e servi-Lo, queremos que a força do Ressuscitado esteja agindo na vida de cada um de nós. Onde quer que você ande, hoje e por todos os dias da sua vida, vença a morte com a vida, a desesperança e o desespero que toma conta do coração de todos com essa certeza única de que Ele está vivo e quem está com Ele viverá com Ele para sempre.

Proclamemos, em alto e bom tom, onde quer que estejamos, a ressurreição do Senhor: “Ele vive, Ele é o Senhor!”. Que tenhamos uma feliz e santa Páscoa!

 

Faça o seu comentário