Pai conduzia a moto com outro filho, de 3 anos, que está internado em estado grave

O motociclista Luís Aparecido Rianldi morreu atropelado pelo carro dirigido por seu filho de 12 anos, em Jumirim, interior de São Paulo, neste domingo.

De acordo com a polícia, Aparecido conduzia a moto com outro filho, de 3 anos. A criança foi socorrida e encaminhada ao Hospital da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de Botucatu. O estado do bebê é grave, mas estável, de acordo com informações divulgadas pelo hospital ao G1.

adolescente que conduzia o automóvel não se feriu. Em depoimento à polícia, ele informou que o pai ingeriu bebida alcoólica antes de pilotar a motocicleta na companhia do filho mais novo.

O menino teria decidido pegar o carro e ir atrás do pai. Na estrada principal do bairro de Paineiras, próximo à casa da família, a moto vinha em zigue-zague ao encontro do automóvel conduzido pelo adolescente.

“O pai dessa criança teria pegado a motocicleta e saído dirigindo pela estrada rural. Um outro filho pegou um carro e, por motivos a serem esclarecidos, ele saiu ao encontro do pai e ocorreu a colisão frontal”, disse o sargento da PM Irineu Aparecido Bruzarosco ao G1.

O garoto contou que tentou frear, mas não conseguiu. O carro derrapou na pista de barro. Tanto o pai quanto o bebê foram parar debaixo do veículo. Luís Aparecido Rinaldi não resistiu e morreu no local, de acordo com a polícia.

Fonte: O DIA

Faça o seu comentário