Cristãos nos EUA estão se reunindo nas capitais estaduais em todo o país, em um ato conhecido como ‘Marcha de Jericho‘. O objetivo da marcha é orar em unidade contra a corrupção, protestar pacificamente e marchar pela integridade, transparência e reforma nas eleições americanas, informou a CBN News.

Em 5 de novembro, uma cristã católica e um evangélico, individualmente e separadamente, tiveram uma visão de fazer reuniões de oração e marchas ao redor das várias capitais estaduais. A católica Arina Grossu e o evangélico Rob Weaver se encontraram e descobriram que compartilhavam dessa mesma visão

‘Deus estava nos chamando’

Grossu disse que eles então perceberam: “Deus estava nos chamando para agendar essas marchas e ajudar a mobilizar nosso povo – santos e patriotas – em torno de suas capitais estaduais, especialmente nos estados indecisos”. Esses são Arizona, Geórgia, Michigan, Nevada, Pensilvânia e Wisconsin.

“Queríamos encorajar as pessoas a orar, protestar pacificamente e marchar ao redor de sua capital estadual sete vezes, todos os dias, ao meio-dia, em colaboração com todos os outros até 14 de dezembro de 2020, quando o Colégio Eleitoral vota”, disse Grossu.

Inspirados pelo relato de Josué 6, encontrado no Antigo Testamento da Bíblia, que conta a história dos israelitas marchando sete vezes ao redor da muralha da corrupta cidade de Jericó até que os muros desabaram, cerca de 700.000 pessoas já se engajaram nas marchas desde a eleição, em 3 de novembro.

Os manifestantes esperam ver as barreiras da corrupção em torno da eleição de 2020 serem derrubadas.

“Queremos ter certeza de que a eleição não foi roubada. Queremos integridade, reforma e transparência nas eleições”, explicou Grossu. “Queremos saber a verdade sobre esta eleição e garantir que a eleição não seja roubada do povo americano.”

Eles agora têm um site – JerichoMarch.org – dedicado a essas marchas, muitas das quais estão surgindo em nível de estaduais, organizadas por cristãos locais chamados para a mesma missão de Grossu e Weaver.

Unidade em Cristo

Weaver acredita que Deus uniu um cristão católico e um evangélico através de uma visão para formar este ministério da ‘Marcha de Jericó‘.

“Ele quer que Sua igreja seja unida. Ele não quer todas as divisões, porque são apenas distrações. A visão em si é planejada especificamente por unidade, por amor, creio eu, de Deus por nosso país”, disse Weaver.

‘Grande Brado’

Em 12 de dezembro – com a ajuda de muitas igrejas, os planejadores do ‘The Return’ (O Retorno), o ministério ‘Well Versed World’ de Jim Garlow e Michelle Bachmann e grupos como ‘Eagle Forum’ – Grossu e Weaver estão organizando o que esperam que seja uma enorme ‘Marcha de Jericó’ na capital do país, que eles estão chamando de “BRADO!”(ROAR!) [ou Rugido].

Detalhes sobre esse encontro nacional de oração serão apresentados no site JerichoMarch.org nos próximos dias.

“Nosso tema para o evento de 12 de dezembro é ‘deixe a igreja BRADAR!’ [RUGIR] Porque a igreja está se levantando, e nós estamos nos levantando em oração”, disse Grossu. “Sabemos que Deus pode fazer grande, coisas grandes e pode mover montanhas. E estamos aparecendo e fazendo nossa parte ao orar e sermos unidos em nossa fidelidade”.

Intercedendo por Autoridades, Tribunais Celestiais e Tribunal de Opinião Pública

Grossu disse que, além de marchar, o ministério de ‘Marcha de Jericó’ está pedindo às pessoas que entrem em contato com suas autoridades estaduais, “e exijam auditorias completas, que toda e qualquer atividade fraudulenta e ilegal seja exposta e que apenas votos legais sejam contados para revelar qual será a verdadeira vontade do povo americano nesta eleição”.

Grossu acrescentou que os manifestantes não estão orando apenas pelas autoridades.

“Deus nos mostrou três coisas muito claras: que existem tribunais nos céus – que nossos manifestantes estão levando em oração perante o Senhor – então existem os tribunais dos Estados Unidos, os tribunais na terra – e então há o tribunal da opinião pública “, disse Weaver. “Acreditamos que Deus nos chamou e à Igreja, em geral, para focar nos tribunais do céu, bem como no tribunal da opinião pública.”

A marcha se tornou muito maior do que Grossu e Weaver esperavam. No início, eles estavam ajudando a organizar marchas nas várias capitais dos estados indecisos.  Mas em seguida, muitas marchas apareceram por conta própria.

“Para nosso espanto, Deus tinha pessoas literalmente indo para cada capital estadual. Recebíamos relatos de pessoas até marchando em torno de seus tribunais”, lembrou Weaver.

O ministério agora está encorajando tudo. Weaver disse: “Queremos que as pessoas vão para os lugares onde marcharão por conta própria, em grupo. Muitas vezes suas igrejas estão saindo. As pessoas vão no intervalo do almoço. É realmente incrível como funciona. E elas [as marchas] estão sendo autodirigidas.”

“Isso tem sido muito orgânico, grupos diferentes estão se levantando”, disse Grossu. E o ministério Marcha de Jericó espera que esse tipo de movimento de base possa continuar.

“As pessoas não precisam fazer muito planejamento. Elas apenas vão e levam suas famílias. E se há um grupo de igreja ou grupo de jovens que quer ir e orar ao meio-dia, eles simplesmente o fazem sem exigem muito planejamento, exceto apenas chegar lá e decidir o que eles vão orar”, explicou Grossu. “Queremos manter as coisas simples. Não é para ser uma produção. São apenas pessoas de fé se reunindo para orar.”

Em uma tentativa de organização, Grossu pede o apoio para que novos voluntários e coordenadores estaduais se levantem. Na seção ‘Fale conosco‘ do site, há um formulário que eles podem preencher e marcar a caixa se quiserem ser um coordenador estadual.”

O post ‘Marcha de Jericó’: cristãos nos EUA se reúnem para orar nas capitais estaduais para que os ‘muros da corrupção’ desabem apareceu primeiro em Conexão Política.