A Light realizou nesta quinta-feira (01) mais uma operação para identificar ligações clandestinas, os “gatos”. Técnicos da empresa inspecionaram a região acompanhados da Policia Civil. Participaram desta operação Policiais das Delegacias da 48ºDP Seropédica, 50ºDP Itaguaí e Peritos do Posto Regional de Polícia Técnica e Científica- PRPTC de Campo Grande RJ.

As fraudes no consumo de energia foram encontradas em residências e estabelecimentos comerciais. “Em mais uma operação, inspecionamos unidades consumidoras previamente selecionadas pelo nosso Centro de Inteligência, que analisa o comportamento de consumo de cada cliente”. Mais ações estarão sendo feita neste sentido, já houve muitos casos de acidentes devido a isso, deixando as vezes o bairro onde houve o furto, sem energia e as vezes acidentes que resultam em morte.

Uma análise mais profunda do furto de energia e sua conduta

Se a ação for precedida de uma conduta fraudulenta, por exemplo, adulteração de relógio de energia elétrica, estaremos diante de um crime de estelionato (art. 171, CP) e não de delito de furto. Art. 155. Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel: Pena. Reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

DSC_0197 DSC_0196 DSC_0195 DSC_0198 DSC_0199 DSC_0200 DSC_0201 DSC_0206 DSC_0203 DSC_0202

 

 

Faça o seu comentário